Tecnologia

OnlyFans vai proibir conteúdo ‘sexualmente explícito’ a partir de outubro

Mudança visa agradar investidores, mas permitirá nudez na plataforma

Popular pelo conteúdo adulto, o OnlyFans anunciou nesta quinta-feira (19/08) que vai começar a proibir conteúdos sexualmente explícitos a partir de outubro. Por outro lado, os criadores de conteúdos ainda poderão publicar fotos e vídeos nus, mas agora eles terão que seguir as novas regras da política da plataforma. As mudanças ocorrem em meio à pressão crescente dos investidores do site e provedores de pagamento.

Para garantir a sustentabilidade a longo prazo de nossa plataforma e continuar a hospedar uma comunidade inclusiva de criadores e fãs, devemos desenvolver nossas diretrizes de conteúdo

Comunicado do OnlyFans sobre a nova medida

O site OnlyFans

Fundada em 2016, o OnlyFans tem sede no Reino Unido e afirma que já pagou mais de US$ 5 bilhões a criadores em todo o mundo. De acordo com seus termos, a empresa fica com 20% da receita gerada por seus criadores. O OnlyFans cresceu exponencialmente na pandemia, permitindo que pessoas influentes vendessem conteúdos exclusivos para seus fãs, principalmente pela plataforma ser considerada um lugar seguro contra vazamentos. Naturalmente, o ambiente acabou se tornando, sobretudo, um espaço digital de venda de conteúdo erótico. Com usuários como a cantora Anitta, o OnlyFans conta atualmente com uma base de mais de 130 milhões de usuários.

OFTV

Onlyfans poderá bloquear conteúdos sexualmente explícitos a partir de outubro
OFTV é a opção “recatada” do OnlyFans

Vale lembrar que nos últimos dias o OnlyFans já anunciou o lançamento de um aplicativo de streaming próprio, o OFTV, em que é proibida a divulgação de nudez. Atualmente o serviço, que é uma opção “recatada” do OnlyFans, conta com conteúdo original de mais de 100 criadores que vieram diretamente plataforma originária. Dessa vez, o foco são conteúdos abordando temas como cultura fitness, culinária, comédia, saúde, música e outros.

Embora boa parte da base dos criadores de conteúdo da plataforma produza conteúdo erótico, a ausência desse material é uma das condições para que a OFTV possa ser disponibilizada como plataforma de streaming. O aplicativo pode ser baixado para Android, iOS, Apple TV, Roku, Fire TV da Amazon, Android TV e Smart TVs.

Veja também:

E aí, você conhece o OnlyFans? Acredita que essas mudanças farão bem ou mal para a plataforma? Confira também o anúncio do Twitter de perfis pagos com o Super Follow e criação de comunidades.

Fonte: Variety.