Tecnologia

novo vazamento revela 4 modelos OLED e até 6GB de RAM

Escrito por Paulo Carmino

O iPhone 12 poderá ter uma das maiores telas do mercado e até duas versões com três câmeras

Enquanto o iPhone 11 teve três versões (normal, Pro e Pro Max), a próxima geração de aparelhos da Apple terá um modelo adicional. De acordo com um novo relato de analistas do grupo suíço UBS, haverá versões do iPhone 12 de 6.7 polegadas, 6.1 polegadas (duas e três lentes) e uma de 5.4 polegadas.

Timothy Arcuri (Diretor Geral) e Munjal Shah (Diretor da área de Pesquisa de Patrimônio) informam que as duas primeiras versões terão câmeras traseiras de três lentes com sensores 3D e 6GB de RAM, e as outras duas versões terão duas lentes e 4GB de RAM. Além disso eles também têm expectativas de que os smartphones terão tela OLED.

Render do iPhone 12 (Reprodução; VentureBeat)

As informações de câmera também batem parcialmente com outro vazamento, feito pelo analista Ming-Chi Kuo no começo de dezembro do ano passado. Uma pesquisa da UBS feita em cinco potências mundiais informam que 22% do público aponta que 5G é um motivo que justifica a troca por um aparelho mais novo – logo, também espera-se que o iPhone 12 dê destaque a essa tecnologia.

Os dois modelos de 6.1 polegadas podem apontar para para um aumento de preço, o que é uma surpresa para quem tem o iPhone 11 Pro (já que o iPhone padrão de duas lentes é maior e mais caro que o Pro, de três lentes). Outro detalhe é o fato de este ser o maior iPhone já lançado, pois há crescimento de de 6.5 para 6.7 polegadas (com este “iPhone 12 Max”). A tela seria somente um pouco menor do que o Galaxy Note 10 Plus, mas mesmo assim seria uma das maiores do mercado.

A tela de protótipo, que vazou em setembro e ilustra este post, foi criada pelo artista conceitual Ben Geskin. O conceito remove o notch e abriga os sensores na parte superior da tela, ao longo das próprias bordas. Na imagem abaixo à direita, podemos ver: câmera infravermelho, iluminação infravermelho para reconhecimento facial, dois sensores (proximidade e luz), um speaker, microfone, câmera frontal e sensor de profundidade do rosto, respectivamente.

iPhone 12
Tela do iPhone 12 (Reprodução; Twitter)

Uma publicação da Bloomberg revela o interesse da Apple de aplicar a tecnologia de leitor de digital embutido na tela, pois com o sucesso dos testes realizados no “iPhone de 2020” (ou seja, o que hoje sabemos tratar-se do iPhone 12) a tecnologia pode estar pronta até a edição de 2021. Como a imagem acima denuncia, a ideia de sensores como o dot projector teriam justamente a função de possibilitar outro desbloqueio, com o reconhecimento facial. Uma imagem da Forbes corrobora a informação com os registros do display com o Touch ID.

Fontes: Forbes, MacRumors, Bloomberg

Sobre o Autor

Paulo Carmino