Autos

Novo Polo possui nota mais alta em segurança para adultos e crianças, veja:

Escrito por Fernando Luis

[ad_1]

Sistemas que minimizam danos a pedestres em atropelamentos garantiram ao hatch o selo de proteção avançada

por REDAÇÃO AUTOESPORTE


O Volkswagen Polo nacional conquistou nota máxima de segurança no teste de colisão do Latin NCAP. O modelo conseguiu manter as cinco estrelas na proteção a adultos e crianças, mesmo depois de submetido a testes de colisão lateral.

Segundo o órgão de segurança, a estrutura foi considerada estável e o assoalho apresentou “deformação insignificante”. Além disso, o Polo conquistou o selo “Advanced Award” por contar com recursos que minimizam os danos a pedestres em caso de acidente. Os resultados do hatch foram divulgados junto com os do Toyota Corolla, que também conquistou nota máxima.

No índice de proteção a adultos, o modelo conquistou 32,13 pontos, de um total de 34 pontos possíveis. Já o índice infantil chegou a 43 pontos dos 49 possíveis. Vale lembrar que o Polo nacional é produzido sempre com quatro airbags e tem cintos de três pontos e apoios de cabeça para todos os ocupantes. Segundo a Volkswagen, o modelo conta com a mesma estrutura do carro vendido na Europa, com cerca de 50% de aços de alta ou ultra alta resistência. Além disso, há uma barra de proteção lateral nas portas dianteiras e duas nas traseiras para reforçar a segurança em colisões laterais.

Segundo o Latin NCAP, o Polo ofereceu boa proteção à cabeça e pescoço do motorista e do passageiro dianteiro, mas a proteção ao peito do motorista foi considerada marginal. Já o assoalho do carro apresentou “deformação insignificante”. “Esses últimos resultados são uma consequência da reação dos consumidores e da resposta dos fabricantes e do mercado, pois estão introduzindo níveis de segurança cinco estrelas além, e bem antes, de qualquer regulação governamental em toda a região. Consideramos, também, que é ótimo ter o resultado do Latin NCAP apenas um modelo é lançado à venda, e não ter que esperar meses para os consumidores contarem com essa informação”, diz Alejandro Furas, secretário geral do Latin NCAP.

Crash test lateral

As bolsas de airbag laterais (que no Polo oferece proteção para cabeça e tórax), são itens de série de todas as versões do carro e garantiram “boa proteção à cabeça, peito, abdome e pelve” dos passageiros adultos no teste de colisão lateral. Já a prova que simula uma colisão contra um poste, a proteção do peito dos passageiros foi considerada “adequada”. As outras áreas do corpo foram bem protegidas.


Segurança infantil

O teste que avalia as lesões a uma criança de três anos mostraram que o sistema de retenção infantil “foi capaz de impedir o deslocamento para frente no impacto frontal além dos limites permitidos”. Já o boneco que simula uma criança de um ano e meio estava posicionado em uma cadeirinha com ancoragem Isofix e teve boa proteção. No impacto lateral, os dois bonecos foram bem protegidos.

Outro fator que garantiu bom desempenho ao Polo é a facilidade e clareza de instruções para usar os sistemas de segurança infantil. “A sinalização e as instruções no veículo, a respeito do uso dos SRIs e das ancoragens ISOFIX, são claras e precisas. O mecanismo para desativar o airbag do passageiro conta com instruções apropriadas”, diz o relatório do Latin NCAP.

Proteção a pedestres

O Polo tem alguns recursos que minimizam as lesões a um pedestre em caso de acidente que garantiram a ele uma premiação adicional nesse crash test. Chamado de Advanced Awards, esse selo mostra que o carro “cumpre com requisitos internacionais que mitigam as lesões a pedestres”.


Os testes mostram que o para-choque dianteiro tem desenho que projeta o pedestre para o capô, e não para a parte de baixo do carro. Além disso, evita que os ossos da perna sejam fraturados.

Por fim, uma simulação mostra que a cabeça do pedestre não é lesionada quando encosta no capô. Isso porque, conforme Autoesporte antecipou, o Polo tem maior distância entre o capô e o motor. Por fim, a montadora optou por usar dois ganchos para prender o capô em vez de um, como é comum. Como cada um fica posicionado perto dos faróis, a possibilidade de eles machucarem o pedestre é menor.

Assista ao teste do controle de estabilidade:


 

Fonte: AutoEsporte

[ad_2] Créditos : Autos24h

Sobre o Autor

Fernando Luis