Tecnologia

Moto G7 Plus, o intermediário top da Motorola

Escrito por Paulo Carmino

O Moto G7 Plus é um mix bem balanceado de recursos de ponta com soluções mais simples e preço compatível.

Com quatro modelos diferentes, a linha G da Motorola tem opções para vários tipos de usuário. Tem um modelo simplão para os que querem pagar menos de R$ 1.000 (Moto G7 Play); um aparelho com uma bateria monstro de 5000 mAh que pega TV digital (Moto G7 Power); tem o modelo base, o Moto G7, meio perdido ali no meio dos intermediários; e, no topo da lista, um smartphone para os que gostariam de ter um modelo premium mas não quer gastar muito (Moto G7 Plus).

Como todo aparelho intermediário, o Moto G7 Plus é um misto de recursos de ponta com soluções mais simples para torná-lo atraente a quem não pretende gastar muito em um smartphone.

Moto G7 Plus em resumo

Prós

  • Boa relação custo/benefício
  • Carregamento rápido via USB-C
  • Câmera versátil com vários truques de software

Contras

  • Tela de LCD
  • Não é à prova d’água

Moto G7 Plus por fora

A grande diferença visual da nova linha Moto G é o notch, aquele bigodinho no topo da tela que nasceu no iPhone e logo foi adotado por vários fabricantes. No Moto G7 Plus, o notch é sutil, em forma de gota. Como passa boa parte do tempo no meio da barra de status que preta, você nem percebe que ele está lá.

A capinha de plástico transparente que acompanha o modelo é um toque bem simpático em tempos em que fabricantes cortam todos os acessórios possíveis. O sensor de impressão digital fica na traseira, no círculo com o M de Motorola. Volta e meia eu não acertava o reconhecimento de primeira, mas nada que uma ou duas tentativas a mais não resolvesse.

Tela e som

Se você não acha que as telas ultravibrantes e hipercontrastantes de AMOLED são tudo isso, não vai ter problema com a tela LCD do Moto G7 Plus. As cores são bem fiéis e a resolução um pouco melhor que HD (1080 x 2270) é ótima para ver filmes e checar suas fotos. Não é a melhor tela do mercado, mas não desaponta.

O som do aparelho é surpreendentemente bom, graças aos falantes estéreo com Dolby Audio. Mesmo no volume máximo o som não é distorcido.

Câmeras

A câmera traseira com duas lentes é o ponto alto do Moto G7 Plus. Com 16 megapixels e estabilização ótica, ela com certeza é uma das melhores câmeras em smartphones abaixo de R$ 2.000. A câmera tem especificações de topo de linha, com abertura de f/1.7 e sensor de 1.22 mícron. Dá para conseguir resultados bem aceitáveis em situações de pouca luz.

Nem só de hardware vive uma câmera. A Motorola se esmerou em incluir algumas funções bem bacanas em software, facilmente acessado em um menu transparente que toma a tela inteira.

Selfie em grupo. Um tipo de minipanorama. Você gira o celular até todo mundo caber em uma foto compridona.

Review: Moto G7 Plus, o intermediário top da Motorola 8

Cor em Destaque Escolha uma cor na foto e todas as outras ficam em preto e branco. Prevejo muitas fotos com cor em destaque aparecendo  no Instagram em breve.

Review: Moto G7 Plus, o intermediário top da Motorola 9

Retrato: Usa a segunda câmera para desfocar o fundo e criar o famoso efeito bokeh. Não é tão versátil como em celulares mais sofisticados, mas permite tirar belas fotos.

Review: Moto G7 Plus, o intermediário top da Motorola 10

Recorte:  Recorta automaticamente o fundo da imagem para você aplicar outro fundo. O resultado pode ficar estranho porque o software não faz o recorte ideal, mas pode ser interessante entre os usuários com menos de 17 anos.

Cinemagraph: Aquele efeito estilo GIF animado onde uma foto estática traz um elemento que se mexe. Demora um pouco para pegar o jeito mas é uma opção divertida.

Timelapse : Cria filmes ultrarrápidos juntando fotos tiradas com alguns segundos de intervalo. Em conjunto com a estabilização da câmera cria uns efeitos bem interessantes

Foto Animada Moto g7 Plus
Foto Animada Moto g7 Plus

Fotos Dinâmicas: O jeito mais fácil de criar GIFs animados.

YouTube ao vivo: Ótima função para a galera que tem seu canalzinho e quer fazer lives descomplicadamente. Só clicar no botão e gritar ação.

Hardware e desempenho

Em uma semana de uso, o Moto G7 Plus não engasgou nenhuma vez. O aparelho utiliza um processador de oito núcleos Snapdragon 636 e a GPU Adreno 509.  Não é o chip mais potente da linha intermediária Snapdragon, mas com 4 GB de RAM consegue dar conta de tarefas cotidianas sem problemas.

Para os que curtem números e testes de benchmark, o Moto G7 Plus marcou 4830 pontos no teste multicore do Geekbench 4 e 947 pontos no 3DMark Slingshot, que testa a capacidade gráfica do aparelho. Em linguagem mais comum, isso quer dizer que é realmente um aparelho intermediário com capacidade de rodar a maioria das tarefas sem maiores dificuldades (só para comparar, o Moto Z2 Force, o topo de linha da empresa, tirou 6493 no Geekbench e 4862 no 3DMark).

Jogando PUGB Mobile, o atual teste da vida real dos aparelhos Android, ele só consegue dar play sem perder frames na qualidade de imagem baixa. Ou seja, se você é gamer, melhor guardar um dinheirinho para um celular mais parrudo.

Sistema e Recursos

O Moto G7 Plus vem com uma versão puro sangue do Android 9. Fora o aplicativo Moto, é tudo by Google. Todas as novidades do Android 9 estão lá, sem modificações: navegação por gestos, a barra de status mais limpa e adaptada ao notch, opção de capturar tela segurando o botão de ligar ou tocando com três dedos, Google Lens etc.

As poucas mudanças na interface são alguns gestos a mais para ligar a lanterna e a câmera e o Moto Display, um preview do que está rolando no aparelho que aparece quando você o pega e levanta. Você também pode optar em trocar os três botões do Android por um botão largo que traz as funções voltar e alternar entre apps quando você passa o dedo para a esquerda e para a direita. Achei prático mas quem não curtir pode simplesmente deixar no modo padrão.

Bateria

É um grande alívio sair de manhã com um celular no bolso sem se preocupar em carregar cabos, fontes ou powerbanks. A bateria de 3000Mah segura com tranquilidade um dia de fotos, Waze, internet e vídeos, sem deixar você na mão. Se você acha isso pouco, pode ir de Moto G7 Power que, de acordo com a Motorola, segura mais de dois dias sem precisar recarregar.

E o carregamento rápido? Nada mais emocionante que plugar seu celular na tomada, ir tomar um café e, ao voltar, ver que ele carregou 75%. Sim, é um espanto. Em pouco mais de 15 minutos ele chega em 50%, suficiente para 12 horas de uso, segundo a Motorola. Em menos de uma hora ele carrega totalmente. Só isso é motivo para nunca mais comprar um smartphone com carregamento convencional.

E aí, vale a pena?

O Moto G7 Plus é um aparelho bem equilibrado, com bom desempenho e uma ótima câmera para sua faixa de preço. Se você não é um gamer hardcore nem está atrás do aparelho com a melhor câmera do mercado, é uma ótima pedida. Numa época em que os modelos topo de linha estão chegando ao mercado com preço exorbitantes, é um alívio ter uma solução intermediária a um preço razoável que não vai deixar você na mão.

Gostou do Moto G7 Plus? Você pode adquirí-lo com o melhor preço aqui. Fique ligado no Showmetech para mais reviews e notícias do mundo da tecnologia.

Tabela de especificações

Tela Touchscreen LTPS IPS LCD de 6,2 polegadas, com 16 milhões de cores e resolução de 1080 x 2270 pixels (405 pixels por polegada); razão de aspecto 19:9
CPU Qualcomm SDM632 Snapdragon 632 (14 nm) com oito núcleos (1.8 GHz Kryo 260)
RAM 4GB
Armazenamento 64 GB internos (expansível via cartão microSD de até 512GB
Câmera (traseira)
Dupla com lentes de 16 MP, f/1.7, 1.22um, PDAF, OIS e 5 MP, f/2.2, com foco PDAF sensor de profundidade. Flash LED, panorama e HDR.
Grava vídeo a [email protected], [email protected]/60/120fps, com gyro-EIS
Câmera (frontal) 12 MP, 1.25um, HDR, vídeo a [email protected], [email protected]
Conectividade Dual SIM com 4G, Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac (dual-band), Bluetooth 5.0 (com A2DP), GPS, A-GPS, GLONASS, GALILEO,  NFC e Rádio FM
Portas Conexão de 3,5 mm para fones de ouvido; USB-C
Bateria Li-Ion com 3.000mAh, carregamento rápido 27W
Dimensões 157 x 75.3 x 8 mm
Peso 172 gramas
Cores Indigo e Vermelho
OS
 Android 9.0 Pie
Sensores
Acelerômetro, giroscópio, proximidade, leitor de impressão digital (traseiro)
Preço
R$ 1.600
  • Design – 8.1/10
  • Tela – 7.8/10
  • Software – 7.3/10
  • Desempenho – 6.8/10
  • Bateria – 8.5/10
  • Câmera – 7.1/10

7.6/10

Sobre o Autor

Paulo Carmino