Tecnologia

Morrama propõe conceito para smartphones com base no bem-estar do usuário

Escrito por Paulo Carmino

A empresa de design Morrama desenvolveu conceitos de smartphones com design e funcionalidades que simplificam o acesso do usuário

A agência de design britânica Morrama desenvolveu um estudo de conceito diferenciado para smartphones, que prioriza a funcionalidade dos aparelhos de modo mais intuitivo e simplificado. O estudo trabalha com três modelos conceituais que dizem muito sobre o que pode ser o futuro dos aparelhos, incluindo atualizações além do que a Apple e Google já têm feito com pushs ou apps limitadores de acesso.

A ideia era fazer um modelo não apenas tecnologicamente avançado, mas que considerasse soluções para problemas reais e atuais no uso dos aparelhos com equilíbrio e consciência.

Soluções foram pensadas no comportamento atual dos usuários

“Este estudo propõe smartphones que trazem decisões mais conscientes para a experiência do usuário. Em última análise, temos a responsabilidade, como projetistas, de considerar o bem-estar dos consumidores como parte fundamental do desenvolvimento de produtos”

Jo Barnard, fundador da Morrama, disse ao site Dezeen

Motorrama smartphones bem estar
Inclinação na parte traseira é proposital

Acesso rápido simplificado

Um dos recursos leva o nome de “Helping Hand”. Com ele, você pode alternar o uso do celular para um modo mais “inteligente” reduzindo ao máximo o que você vê na tela principal – basta virar o celular de cabeça para baixo e aí você vai ver apenas o essencial. O modo “tradicional” em que aparecem todos os apps voltará a aparecer quando o celular estiver na posição convencional.

Com esse modo “consciente”, você elimina a visualização da maioria dos aplicativos e limita o uso do smartphone a “ferramentas” (previsão do tempo, calendário, relógio, calculadora…), permitindo ainda que você faça chamadas e tire fotos.

Morrama propõe conceito para smartphones com base no bem-estar do usuário
Veja apenas o necessário

Ver a tela apenas com uma leva inclinação

O segundo recurso, chamado de “A Quick Escape”, permite que a tela apague com uma leve inclinação, deixando-o numa superfície plana. Para verificar as notificações, basta inclina-lo para cima. O que parecia ser difícil de administrar com excesso de informações e notificações que você recebe, é resolvido com esse recurso. Como a parte traseira do telefone é assimétrica, sua posição de descanso não mostrará nenhuma notificação.

Morrama propõe conceito para smartphones com base no bem-estar do usuário
Em posição de descanso, telefone não mostra notificações

Livre de distrações

O terceiro conceito, “Present in the Moment”, tem base em um comportamento muito comum que é o de colocar a tela do telefone para baixo quando você não quer visualizar as notificações.

Para isso, a empresa propõe uma tela que encoraja as pessoas a deixarem o aparelho por mais tempo nessa posição com um segundo monitor na parte traseira que mostra o relógio e com isso o usuário não fica se distraindo com as notificações, deixando de aproveitar momentos de sociabilização, seja com o companheiro, a família ou amigos.

Morrama propõe conceito para smartphones com base no bem-estar do usuário
Aproveite o melhor dos momentos de convívio social, sem distrações

Um botão com assistente de voz permite ao usuário ter acesso rápido a algumas informações ou funcionalidades, dispensando o acesso direto à tela. De acordo com a empresa, esses conceitos seguem uma tendência recente de telefones mais despojados e com base no comportamento e necessidades mais simples e intuitivas do usuário, considerando principalmente seu bem estar e comodidade.

A Morrama

A empresa britânica foi fundada em 2015 por Jo Barnard e tem também entre seus projetos uma máquina de barbear de alumínio, destinada aos millenials que querem reduzir o impacto do plástico no meio ambiente.

Fontes: Dezeen e Morrama

Sobre o Autor

Paulo Carmino