Tecnologia

Microsoft Fluid é liberado em código aberto e chega ao Office nos próximos meses

Escrito por Paulo Carmino

Novos detalhes do Microsoft Fluid Framework foram revelados durante a Build 2020. A ferramenta começa a ser liberada nos próximos meses

Na última terça-feira (19/5), a Microsoft deu início à sua conferência anual para desenvolvedores, a Build 2020. Entre as novidades, a companhia apresentou detalhes do Microsoft Fluid Framework, uma ferramenta muito similar ao Google Docs e que promete ser o futuro da produtividade.

Inicialmente, o Fluid foi revelado no ano passado, porém a plataforma começará a ser disponibilizada gradualmente este ano para a versão online do Microsoft Office e Outlook. Inclusive, a empresa está liberando o programa em código aberto para que os desenvolvedores possam sugerir melhorias.

O Microsoft Fluid lembra bastante o Google Docs

Caso desconheça, o Microsoft Fluid permite que, através de blocos, você crie textos ou outros projetos em tempo real e com várias pessoas editando, ideal para empresas e equipes de trabalho. O grande diferencial é conseguir editar, por exemplo, tabelas sem ficar alternando em vários programas. Como explica Jared Spataro, chefe do Microsoft 365, é possível incluir o box do Fluid em e-mails, bate-papos, dentre outros.

Nele, você pode visualizar o avatar das pessoas que estão alterando o arquivo e acompanhar as modificações realizadas, ou seja, nada muito diferente do Google Docs.

Microsoft Fluid Framework
O Fluid Framework lembra bastante o Google Docs, porém se destaca por trabalhar com vários aplicativos ao mesmo tempo

“Imagine que você pode pegar essas peças de Lego e colocá-las em qualquer lugar que desejar: em e-mails, bate-papos e outros aplicativos. À medida que as pessoas trabalham nelas, elas sempre serão atualizadas e conterão as informações mais recentes”.

disse Jared Spataro, chefe do Microsoft 365, em entrevista ao portal The Verge.

Nada de criar e salvar documentos

Gif Microsoft Fluid
A ferramenta atua com muita agilidade

Hoje, o Google Docs é um sucesso por eliminar a necessidade de criar arquivo, salvar, baixar, enviar e assim permitir que outra pessoa colabore. Aparentemente, a empresa de Bill Gates está em busca dessa inovação e deseja que as pessoas tenham mais produtividade através do Microsoft Fluid, onde é possível usar remotamente em qualquer programa e compartilhar projetos instantaneamente.

Não à toa, o Fluid é extremamente rápido. De acordo com Jon Friedman, vice-presidente corporativo de design e pesquisa da Microsoft, equipes com 10, 15 ou 100 pessoas podem mexer em arquivos com o Microsoft Fluid ao mesmo tempo sem impasses.

Disponibilidade

O lançamento ocorrerá aos poucos, iniciando pelo Outlook e Office.com (web). Até o final do ano, o Fluid deve chegar ao Outlook para desktop e ao Microsoft Teams. Com isso, a empresa espera criar ferramentas do Microsoft Fluid em outros programas de trabalho, como o Word, Excel, PowerPoint.

Fonte: The Verge.

Sobre o Autor

Paulo Carmino