Geek

Microsoft ‘anuncia’ a morte do Windows XP; Windows 7 será o próximo

Windows XP: um a menos na família do Microsoft Windows

Depois da anunciada morte do Windows 10 Mobile quando a Microsoft disse que não daria mais suporte ao sistema operacional, foi a vez do Windows XP – e pelo mesmo motivo.

Do lançamento do Windows XP até hoje, são contabilizados 17 anos, mas uma parcela de 3,72% dos usuários do Windows ainda utiliza essa versão do software. Mesmo com pouquíssimas pessoas utilizado essa versão, a Microsoft mantinha suporte ao sistema até uma semana atrás. Porém, isso mudou quando a empresa de tecnologia acabou com o sistema operacional, dando suporte o estendido para a última variante, que terminou em 9 de abril.

Imagem relacionada

O Windows Embedded POSReady 2009, que é projetado para dispositivos de ponto de venda e executa o kernel do Windows XP, encerrou o suporte estendido na última terça-feira, (9), tirando de linha os produtos Windows NT 5.1 após 17 anos, 7 meses e 16 dias, tornando o Windows XP a versão mais longa do sistema operacional até o momento.

De acordo com informações do site TechRepublic, outras versões do Windows XP relacionadas à empresa alcançaram suas datas de fim de vida útil recentemente, enquanto o suporte para as variantes de desktop do Windows XP Home e Professional chegou ao fim em 2014.

Windows XP e seus fiéis usuários

Apesar de todas as versões do Windows XP não serem mais suportadas, algumas pessoas se recusam a deixar o SO, que é a encarnação favorita do Windows para muitas pessoas. De acordo com o NetMarketShare, com citado anteriormente, ele ainda tem uma participação de 3,72% no mercado de sistemas operacionais de desktop. Isso o coloca acima do Windows 8 e Linux que possuem 0,95% e 1,51% de participação no mercado, consecutivamente.

Enquanto o Windows XP é atualmente a versão mais longa do sistema operacional da Microsoft, o Windows 10 pode eventualmente quebrar o recorde, mesmo que tenhamos que aguardar até 2033 para realmente termos certeza disso.

Windows 7 na mira do esquecimento

Em janeiro do próximo ano, será a vez do Windows 7 ver sua fase de suporte estendida chegar ao fim, o que poderia explicar a diminuição no número de usuários e o aumento do Windows 10. Clientes empresariais e corporativos ainda podem receber atualizações de segurança estendidas após 14 de janeiro, mas não será barato. Talvez este será um dos motivos para as pessoas deixarem de utilizar essa versão do SO da Microsoft.

Resultado de imagem para windows 7

Atualmente o Windows 7, a pesar de ser um pouco mais antigo do que o Windows 10, ostenta o primeiro lugar de participação no mercado de sistemas operacionais para desktop. No topo da lista, o Windows 7 possui 39,60% dos usuários e, em segundo lugar, o inovador Windows 10 se aproxima com 38,17%. No entanto, como já dissemos no parágrafo anterior, o número de usuários do Windows 7 está caindo e a tendência é de o número de Windows 10 instalados em computadores aumentar e o SO começar a chegar ao topo da lista.


Editor

Wesley Macedo

Graduando em Comunicação Social- Jornalismo. Vejo no meio web a forma mais compacta e ao mesmo tempo divertida de fazer jornalismo. Gosto de curtir cada momento da vida.


Mais notícias sobre Windows

Sobre o Autor

Paulo Carmino