Geek

Kojima aponta criticas menos favoráveis e diz que americanos não entenderam Death Stranding

Escrito por Paulo Carmino

Hideo Kojima sugeriu que o público americano não entendeu bem Death Stranding e, consequentemente, reagiu mais negativamente ao jogo nos reviews, se comparado ao Japão e Europa.

Falando ao site TGCom24, Kojima sugeriu que a “crítica mais forte” a Death Stranding veio de publicações americanas que não estão acostumadas com o design experimental do jogo. “Talvez este seja um jogo difícil de entender para um certo tipo de crítico ou público”, ponderou o designer. “Os americanos são grandes fãs de tiro em primeira pessoa e Death Stranding não é isso, está indo além”.

“Eu sempre tento criar coisas novas e as disputas e discussões são boas, mas deve-se dizer que os italianos ou franceses têm uma sensibilidade artística diferente que lhes permite apreciar esse tipo de produtos muito originais”, continuou Kojima.

Entre as avaliações negativas que Death Stranding recebeu, uma das que se destacou foi a da versão americana do site IGN, que deu a nota 6.8/10, enquanto as edições de outros países foram bem mais generosas e receptivas à proposta do jogo.

Death Stranding já está disponível no PlayStation 4 e será lançado para PC na metade de 2020.

Sobre o Autor

Paulo Carmino