Geek

Firefox busca impedir spam de notificação do navegador

Escrito por Paulo Carmino

A Mozilla está mudando a maneira como o Firefox lida com solicitações de notificação para tentar reduzir pop-ups irritantes, de acordo com a organização. A partir da versão 72 do Firefox, com lançamento previsto para janeiro, as solicitações para exibir notificações na área de trabalho terão a forma de um pequeno ícone na barra de URLs do Firefox, e os usuários precisarão clicar nele para realmente ver a solicitação de notificação. Atualmente, basta visitar muitos sites para fazer com que eles mostrem um prompt de notificação relativamente grande.

Em seu blog, a Mozilla disse que tomou a decisão depois que sua pesquisa mostrou o quão impopular são as notificações para os usuários. Apesar de ostensivamente ser uma maneira conveniente de os sites compartilharem atualizações com os usuários após fecharem a guia, cerca de 99% das solicitações de notificação não são aceitas pelos usuários e 48% são negadas ativamente. Ela também descobriu que pedir repetidamente aos usuários para mostrar notificações raramente os leva a mudar de ideia.

Firefox busca impedir spam de notificação do navegador Notifica o
Futuramente, as notificações de permissão serão exibidas como um pequeno ícone na barra de endereço. Imagem: Mozilla

Notificações para uso mal intencionado

As notificações do navegador não são apenas irritantes, em muitos casos, elas podem ser usadas por sites mal-intencionados para induzir os usuários a baixar malware ou exibir anúncios da web desonestos. Um analista de malware disse que o spam de notificação “substituiu amplamente” o adware como uma das principais fontes de reclamações dos usuários.

Embora
as maiores alterações do Firefox não cheguem até janeiro, o
navegador já fez uma pequena alteração na forma como lida com a
notificação na versão 70. Agora, quando você visita um novo site
que deseja mostrar notificações, o Firefox substituiu o item “agora
não” com a opção “nunca permitir”, para que você não seja
solicitado repetidamente a exibir notificações no mesmo site.

Sobre o Autor

Paulo Carmino