Vida Sustentável

Estudo associa pernas fortes a cérebro saudável

Escrito por Forbiddeen

Os pesquisadores passaram dez anos analisando as habilidades dos participantes até chegaram a essa conclusão.

Cientistas da King College London, no Reino Unido, apresentaram recentemente um estudo que associa a força das pernas com as condições do cérebro. Os pesquisadores passaram dez anos analisando as habilidades dos participantes até que fosse concluído que: pernas fortes resultam em cérebros fortes.

O estudo contou com 300 mulheres em idades entre 43 e 73 anos. Os pesquisadores decidiram usar apenas gêmeas, para que fosse possível comparar melhor os resultados. Durante a experiência, as participantes foram submetidas a testes em um equipamento de ginástica capaz de medir força e velocidade durante os exercícios de perna.

Os resultados da atividade física foram comparados às habilidade cognitivas de cada uma, incluindo as aptidões mentais e a capacidade de processar novas informações. Ao final da experiência, os resultados mostraram que as gêmeas com pernas mais fortes foram as que mantiveram o cérebro mais saudável durante o período de dez anos.

“Quando analisamos o envelhecimento cognitivo, a força das pernas foi o fator que teve o impacto mais considerável dentro do estudo. Nós acreditamos que a força das pernas é um marcador para o tipo de atividade física que faz bem ao cérebro”, explicou a Dr. Claire Stevens, líder da pesquisa, em entrevista ao site Mother Nature Network.

Por conter grandes grupos musculares, as pernas são ótimos indicadores do condicionamento físico. Além disso, são elas que proporcionam a realização de habilidades diárias essenciais, como andar e ficar em pé.

Fonte: CicloVivo

Sobre o Autor

Forbiddeen