Negócios

Esporte corporativo, qual é a importância?

Apaixonado por esportes, o administrador de empresas paulistano Antonio Augusto Almeida sempre se exercitou. Porém, muitas mudanças aconteceram ao longo dos anos – casamento, filhos, muito trabalho, redirecionamento profissional – e ele passou a ser sedentário e ganhou mais de 45 quilos. Com 1,69 metro de altura, aos 35 anos, pesava 118 quilos. Sentia que precisava mudar de vida, até para acompanhar os filhos crescendo.

Um dia, em 2007, após passar mal em um almoço profissional e ir parar no hospital, decidiu que era a hora. Iria virar o jogo! Com garra, passou a fazer atividade física regularmente. À medida que perdia peso, começou a correr. Cada vez mais determinado e focado, vieram as primeiras provas, sempre se superando e conciliando o atletismo ao trabalho na área de eventos, turismo e entretenimento. Hoje, com 47 anos, é um atleta com mais de 230 provas no currículo, incluindo 12 maratonas e uma ultramaratona, e também palestrante do projeto Eu Sou da Corrida, que incentiva a prática da atividade física.

“A corrida pode mudar vidas. Pode transformar vidas! Aconteceu comigo e é o meu exemplo de vida que levo para as palestras. Os benefícios não são apenas para a saúde física. Eles refletem positivamente na vida pessoal, social e também profissional”, afirma Augusto, como é mais conhecido. Com a experiência de ter disputado duas vezes a Maratona do Atacama (Chile), o deserto mais árido do mundo, agora ele se prepara para participar da primeira Maratona no Saara, em novembro. “Para ser maratonista é preciso garra, dedicação, disciplina, força de vontade e planejamento estratégico. Só assim para correr e chegar à final de uma maratona como a do Atacama, que tem fama de testar os limites do corpo humano. Correr em qualquer deserto do mundo já é um desafio para qualquer atleta, imagina, então, desafiar um deserto a 2.400 metros de altitude e com umidade beirando os 5%? É lutar contra a adversidade o tempo todo. É superação!”, relata.

As competências necessárias para o maratonismo, explica Augusto, são as mesmas que o mundo corporativo tanto incentiva e busca. E que, cada vez mais, são disseminadas entre estudantes, principalmente os que estão se preparando para o vestibular. “No meu dia a dia, tenho comprovado que os resultados vêm quando se tem garra, real vontade de atingir um objetivo e se trabalha para isso com disciplina e de forma planejada”, detalha. Aliás, garra é a habilidade mais destacada por Augusto.

Curiosamente, uma das plantas mais comuns no Deserto do Atacama, ao lado dos cactos, é a garra de leão, uma flor de pétalas vermelhas. Apesar de extremamente seco, há plantas que vivem da umidade da névoa originária do Oceano Pacífico e, nos últimos anos, têm se beneficiado do El Nino, que tem provocado chuvas incomuns na região. Assim como para a flor resistir e florescer no deserto, para o maratonista correr 42 quilômetros com baixíssima umidade do ar, garra é indispensável.

Atualmente morando em Olímpia, no interior de São Paulo, onde é gerente de marketing de um complexo turístico, Augusto encontra tempo para treinar praticamente todos os dias e ainda ministrar palestras. Motivadíssimo, ele está começando a preparação para a maratona do Saara, o maior deserto do mundo. Serão 42 quilômetros pelas dunas de Erg Chebbi, no Marrocos. As temperaturas podem chegar a 50°C durante o dia e -5°C à noite. Com toda a estrutura necessária para uma maratona deste porte, que inclui preparador físico, nutricionista, fisiologista, médico e fisioterapeuta, ele treina in door e out door em Olímpia. Como parte da preparação, entre outras provas, duas maratonas: de São Paulo e do Rio de Janeiro, essa em junho.

Projeto Eu Sou da Corrida

À medida que Augusto colhia frutos da sua dedicação ao atletismo, ele sentia a necessidade de compartilhar seu case pessoal de sucesso e superação com outras pessoas. E foi assim que ele começou a ministrar as palestras. Mais recentemente, há cerca de um ano, ele oficializou o projeto Eu Sou da Corrida, que incentiva as pessoas a praticarem atividade física e que defende a bandeira de que o esporte é uma ferramenta de transformação, motivação e superação. No currículo, já são mais de 130 palestras entre empresas de diferentes áreas, como Oeste Saúde de Presidente Prudente, Casa Flora Importadora, Paulaner Team, Vinícola Santa Carolina, Grupo MZ3, Grupo Sorvetes Bambi, Teenager Assessoria Profissional, e instituições de ensino, a exemplo do Grupo Marista de ensino – Colégio Arquidiocesano de São Paulo, Grupo Anglo, Colégio Rio Branco, Grupo Salesiano de Ensino. Inspirado em sua própria história de vida, Augusto já planeja mais um projeto, o “Corra com o seu filho”.

Mais sobre a história de vida do maratonista e palestrante em eusoudacorrida.com.br e facebook.com/eusoudacorrida.

 

Share Button