Meio Ambiente

Especial Dia do Meio Ambiente – Desmatamento

O desmatamento das florestas brasileiras teve início com a chegada dos portugueses, que logo começaram a extrais e vender Pau Brasil. No início da história brasileira, a área de floresta nativa equivalia a 15% de todo o território nacional.

O desmatamento das florestas brasileiras teve início com a chegada dos portugueses, que logo começaram a extrair e vender Pau Brasil. No início da história brasileira, a área de floresta nativa equivalia a 15% de todo o território nacional. Segundo um relatório divulgado pela ONG ambiental WWF, em 2000 restavam apenas 9% da vegetação original.

Outros fatores, além do interesse econômico, contribuem para o desflorestamento, entre eles estão agricultura, urbanização e queimadas. Para utilizarem uma área para atividades ligadas à agricultura, o produtor chega a derrubar quilômetros da mata para iniciar o plantio. A urbanização, que ocorre devido à industrialização e ao êxodo rural, é uma das principais causadoras do desmatamento. Para abrigar toda a estrutura de moradia, transporte e indústria que uma cidade grande tem, é necessário tornar grandes áreas florestadas em áreas urbanas. Temos também a extração ilegal por parte da indústria madeireira e as queimadas, que podem ser causadas por fatores naturais, ou como nos casos mais comuns, por ações humanas.

As conseqüências do desmatamento podem ser irreversíveis. A biodiversidade existente na Mata Atlântica, por exemplo, é fruto de um processo de bilhares de anos. Por isso, a perda da variedade genética é algo que pode nunca mais ser reconstruído. A água também corre muitos riscos e com a perda dos mananciais, ocorre redução na umidade do ar e na quantidade de chuvas. Outros dois grandes problemas estão relacionados ao efeito estufa e ao processo de desertificação do solo.

As áreas florestais são imensas reservas de carbono, um dos gases que mais colaboram para o aquecimento global, por isso a tamanha importância. Ao serem queimadas, todos os gases absorvidos pelas plantas retorna à atmosfera, aumentando o efeito estufa e aquecendo ainda mais o planeta.

Desertificação é um dos problemas que afetam o solo. O manejo ou retirada de algumas espécies podem acarretar em um solo infrutífero e impróprio para qualquer outra produção. Nesses ambientes, onde ocorre a desertificação, dificilmente é possível manter algum tipo de vida.

O desflorestamento gera também diversos prejuízos socioeconômicos, principalmente para o Brasil, que é rico e referência em áreas florestais e tem uma economia bastante ligada a esses fatores.

Redação CicloVivo