Tecnologia

Empresa carioca desenvolve novo modelo de turbina eólica para residências

A Enersud desenvolveu um novo modelo de turbina eólica para ser instalado nas grandes cidades, no topo de edifícios e casas. O plano de microgeração foi desenvolvido para atender às necessidades dos pequenos consumidores de energia.

A Enersud desenvolveu um novo modelo de turbina eólica para ser instalado nas grandes cidades, no topo de edifícios e casas. O plano de microgeração foi desenvolvido para atender às necessidades dos pequenos consumidores de energia, que poderão instalar os aerogeradores na parte superior das suas residências.

Fabricadas com tecnologia totalmente brasileira, as turbinas têm eixo vertical e a energia nelas gerada deverá suprir a demanda residencial, e também poderá ser utilizada nos sistemas internos de segurança de condomínios. Caso haja sobras, o consumidor poderá dispensar o excedente energético na rede pública, com um sistema de compensação que será estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A Enersud investiu um milhão de reais na construção dos novos aerogeradores, e a previsão é de que o equipamento entre no mercado a partir do segundo semestre do ano que vem. A empresa está bastante animada com a implantação desse novo modelo no Brasil, e acredita que, daqui pra frente, haverá um crescimento de 30% nos negócios.

Os primeiros protótipos foram instalados em Maricá, Rio de Janeiro, na sede da empresa, mas, em breve, mais turbinas serão implantadas em Salvador e em algumas cidades do norte do Rio de Janeiro. A Enersud diz que os estudos da microgeração com o uso de turbinas verticais estavam sendo desenvolvidos há algum tempo, no entanto, apenas recentemente houve avanços no uso e fabricação dessa tecnologia.

A empresa ainda estima que o mercado brasileiro absorva aproximadamente mil turbinas eólicas de pequeno porte por ano. Com informações da Enersud.

Redação CicloVivo