Tecnologia

Disco Elysium — The Final Cut, um envolvente RPG policial

Disco Elysium mistura elementos de RPG de mesa com uma narrativa envolvente para criar uma experiência única

O que começa como uma história de um homem acordando semi nu e confuso num quarto de hotel, em questão de minutos escala para uma narrativa de mistério que envolve assassinatos, conspirações e maquinações políticas. Em resumo, essa é a trama de Disco Elysium, sucesso do gênero de games independentes que agora ganhou uma versão definitiva para os consoles. Porém, por detrás das fachadas dos prédios antigos de Revachol e do rosto insondável de alguns personagens, existe muito mais história do que você pode imaginar.

O Showmetech recebeu uma cópia digital de Disco Elysium – The Final Cut para PS4/PS5 e, após revelar os segredos que se escondem pelas ruas de Revachol, nós trazemos uma análise completa de como esse jogo revolucionou o gênero de RPG com uma narrativa densa, envolvente e uma mecânica de jogo refinada.

Originalmente lançado para PC em 2019, Disco Elysium foi uma surpresa no mundo dos games indie, recebendo diversos prêmios, incluindo quatro estatuetas no The Game Awards (Melhor Narrativa, Melhor RPG, Melhor Jogo Estreante e Melhor Indie) e até mesmo 3 prêmios do BAFTA Game Awards (Melhor Música, Narrativa e Jogo Indie Estreante).

Limitado apenas aos usuários do Steam, finalmente, dois anos depois, os desenvolvedores ZA/UM disponibilizaram uma versão definitiva do game para os consoles. Disco Elysium – The Final Cut conta uma versão totalmente dublada do script original, além de missões extras. Mesmo sem dublagem em português, o game é totalmente legendado e tem uma localização em português feita com muito capricho.

Revachol em disco elysium
Em Disco Elysium, a cidade de Revachol é quase uma personagem de destaque na história.

Depois do começo simples em que você acorda confuso, veste umas calças e tenta organizar seus pensamentos, Disco Elysium impiedosamente empurra o jogador para um mundo horrível e corrupto – que parece ter saído de uma distopia digna dos clássicos de George Orwell – onde você precisa usar todas as suas habilidades como um detetive da polícia que nem ao menos consegue lembrar do próprio nome. O primeiro crime que você deve investigar e que também é o alicerce principal da história do game é um corpo inchado pendurado em uma árvore atrás do hotel em que você estava hospedado. 

Mas além da trama principal do assassinato misterioso, outro elemento que ganha destaque em Disco Elysium é a cidade de Revachol, uma protagonista a parte. O visual isométrico do jogo (também conhecido como 2.5 D) junto do estilo artístico único que dá um toque aquarelado ao game, torna essa cidade portuária decadente o cenário perfeito para uma história de mistério.

Revachol em disco elysium
Em Revachol, cada canto esconde um mistério e cada cidadão esconde uma nova história.

Se tratando de um jogo de detetive em que a exploração de quaisquer elementos do cenário é um tipo de mecânica necessária para resolver um crime, verificar cada canto dos pátios, dos quartos e das máquinas de Revachol não é apenas descobrir pistas ou dicas para a resolução de seus questionamentos, mas é compreender mais sobre a história fascinante desse mundo bizarramente próximo de nossa realidade.

Misturar diferentes gêneros no mundo dos videogames não é nada inédito (e que nem sempre dá certo), mas Disco Elysium eleva essa estratégia a outro nível ao combinar aspectos de jogos de mundo aberto com point n’ click e elementos de RPG de mesa clássicos como Dungeons and Dragons. Ele junta as melhores partes desses gêneros em uma mistura praticamente perfeita que cria uma experiência única para o jogador.

Antes que você inicie a história e mergulhe na sua investigação, o game pergunta qual tipo de personagem você quer explorar. Você pode escolher entre um personagem construído com inteligência superior, mas muito menos habilidade social. Ou, quem sabe, você opte por uma abordagem mais agressiva, usando força física e intimidação para obter informações das pessoas. 

Além disso, existe a opção de você construir um personagem com características totalmente personalizadas a partir do zero. Você precisa ficar atento, pois, como todo bom RPG, cada ponto utilizado fará uma grande diferença na forma como você irá interagir com o mundo e como ele responderá a você.

Arquétipos em disco elysium
Escolha seu arquétipo com sabedoria, pois os pontos de habilidade irão influenciar a forma como você interage com o mundo.

O elemento de RPG de mesa em Disco Elysium está quase “escondido” nas interações que você realiza durante suas conversas e investigações. Em Dungeons & Dragons, por exemplo, seu sucesso em uma campanha vem da sorte em altas jogadas de dados. A singularidade de Disco Elysium vem dessa mesma característica. 

Ao interagir com NPCs, dependendo de qual fala você escolher, o jogo irá exibir quais são as chances de sucesso em uma alta rolagem de dados virtuais. Caso você consiga uma pontuação boa, a tática pode revelar mais informações sobre o assassinato ou permitir que você estabeleça uma autoridade maior sobre um personagem principal. Por outro lado, uma jogada baixa pode prejudicar seu moral e até mesmo afetar a forma como uma pessoa interage com você em eventos futuros.

Jogando os dados em disco elysium
Como um RPG de mesa, em Disco Elysium você precisa jogar dados e torcer para fazer uma pontuação alta e consegue resultados melhores para as interações.

Além disso, os dados também desempenham um papel no “combate” não convencional em Disco Elysium. Existem oportunidades para socar e atirar, mas o sucesso ou o fracasso dessas interações não se resumem às suas habilidades de apertar botões e sim ao número que saem nos dados. Embora possa parecer frustrante que as jogadas de dados deixem os eventos ao acaso, tudo se baseia nas habilidades que você escolheu no início, então escolha sabiamente antes de apostar.

Certamente a essa altura você pode estar pensando “Então o game se resume em combates que dependem da sorte e de suas aptidões, além de exploração do cenário?” Muito pelo contrário. Esses são apenas elementos “coadjuvantes” do jogo, pois a maior parte, acredite ou não, consiste em ler diálogos – tanto com NPCs quanto com sua própria mente deprimida e caótica – e escolher como você responderá.

Cada personagem, não importa o quão pequeno seja, conduz você mais fundo em Revachol e no seu turbilhão de criminalidade e conspirações políticas. Porém, o tipo mais poderoso de diálogo vem de dentro de sua própria cabeça. Existem 24 aspectos do cérebro com os quais você conversa, desde AUTORIDADE, passando por RETÓRICA e chegando até ELETROQUÍMICA. 

Aspectos da mente conversando em disco elysium
Seus aspectos da mente estão conversando com você o tempo todo, então preste sempre atenção ao que eles falam.

Cada aspecto apresenta sua própria visão do mundo ao seu redor, e sua combinação escolhida influenciará o quão poderosos esses sentimentos são. É a parte mais distinta de Disco Elysium, que vai depender justamente da forma como você gasta seus pontos de experiência em cada um dos diferentes aspectos de sua mente. Gaste mais pontos na ENCICLOPÉDIA, por exemplo, e você poderá compreender melhor termos linguísticos e elementos da história de Ravenchol sem precisar fazer uma investigação sobre cada item.

A atuação por vozes brilha mais forte quando algum dos 24 aspectos de sua consciência entra em cena. Mesmo que eles possuam o mesmo narrador, você pode perceber a sutileza diferenciada da voz para cada um quando eles falam com a personagem. Ao mesmo tempo que funciona como um recurso de jogabilidade para guiar o jogador para certas linhas de raciocínio, ela funciona como se fossem 24 personagens diferentes que conversam entre si, com a personagem e também diretamente com o jogador.

Pontos nos aspectos da mente em disco elysium
Você precisará distribuir seus pontos de habilidade de forma estratégica para valorizar os aspectos que você considerar mais importantes.

Uma pena que essa experiência fantástica com o mundo perturbador de Disco Elysium e seus diálogos bem estruturados seja, às vezes, prejudicada pela falta de fluidez dos controles. Os pequenos descuidos na otimização da jogabilidade podem acabar incomodando, uma vez que você acaba precisando clicar no botão “X” mais de uma vez porque seu personagem não respondia.

Além disso, os tempos de carregamento não foram incrivelmente rápidos, mesmo no PS5 que possui um SSD personalizado que praticamente exclui o tempo de carregamento na maioria dos games.

Infelizmente, o maior ponto forte do game também é a principal barreira que pode afastar muitos jogadores: a quantidade de texto. Ao contrário de outros títulos do gênero point n’ click que mistura elementos de RPG e dos quais Disco ELysium toma inspiração (clássicos como Adventure of Monkey Island ou os games mais recentes da Telltale), o game usa e abusa de textos para construir a narrativa. Ao invés de utilizar as seções escritas como uma forma de auxiliar o desenvolvimento da história, o texto aqui atua como mecânica principal do game.

Por essa razão, o jogador que quiser experimentar precisa ter em mente que precisará ler muitos diálogos. Disco Elysium não transcreve apenas as falas das personagens, mas também narra os acontecimentos. Ora, se todo o texto do game fosse impresso, você teria um livro prontinho para publicar, com a construção textual-narrativa completamente estruturada.

Texto em disco elysium
Prepare-se para longos diálogos e muito texto para absorver nessa história densa.

Em uma época que a mídia em forma de texto está tão desvalorizada – em grande parte pela quantidade massiva de informação que precisamos consumir todos os dias – a quantidade de texto no game pode afastar os jogadores. Além disso, não é um texto fácil de se ler. 

Mesmo com uma localização em português-brasileiro feita com excelência, Disco Elysium utiliza um texto de alto nível que pode se mostrar complexo para os jogadores que não tem o hábito da leitura. Certamente a adoção de atuação por voz consegue tornar a experiência do game mais imersiva e “digerível”, mas ainda assim não é capaz de tornar o game mais acessível a todos os usuários.

Aqui fica um aviso que, mesmo que você seja um jogador que curta uma boa história e ótimos personagens, talvez isso não seja o bastante para apreciar Disco Elysium em todo seu primor. Com um peso forte em estrutura narrativa, o game exige total atenção e dedicação exclusiva. Não existe a opção de pular um diálogo ou ignorar a frase de uma personagem. Fazer isso é o mesmo que pular um capítulo em uma história e tentar compreender o que está acontecendo na próxima seção.

Disco Elysium – The Final Cut: Uma experiência narrativa sem igual

Disco Elysium: The Final Cut é uma mistura de gêneros que consegue ter sucesso em explorar cada um dos estilos da qual ela tira inspiração. Os criadores fundiram um RPG de mesa com recursos de mundo aberto e mecânicas de point n’ click, criando um ambiente inovador e fresco. 

Cartaz de disco elysium
De forma ousada, Disco Elysium investe em uma narrativa densa e mistura elementos de RPG de mesa para criar um mundo denso e cercado de mistérios.

A adição de dublagem a uma escrita surpreendente conseguem dar um toque de expressividade maior a um game que já tinha uma marca característica apenas pela qualidade de sua história.

Se você souber aproveitar os diálogos da forma correta, tomando seu tempo para absorver cada informação, e não se incomodar com os pequenos erros de otimização, Disco Elysium – The Final Cut será uma experiência que, ao contrário de nosso personagem principal confuso logo no início da aventura, você não esquecerá tão cedo assim.

  • Jogabilidade – 9/10

  • História – 10/10

  • Som – 8.5/10

  • Visual – 9/10

9.1/10

Resumo

Disco Elysium – The Final Cut é a experiência definitiva desse brilhante jogo indie que consegue misturar elementos de RPG de mesa com uma jogabilidade bem estruturada, uma história envolvente e, acima de tudo, instigante. Jogadores que não estão acostumados ao hábito da leitura podem achar o game cansativo, mas se você souber aproveitar cada informação dos diálogos, apreciar esse mundo bizarramente belo e a fascinante atuação por voz, a imersão certamente fará você esquecer qualquer defeito que o título possa ter.

Pros

  • Incrível história e construção narrativa
  • Elementos de RPG de mesa combinados perfeitamente com outros estilos de game
  • Atuação por voz torna a experiência mais imersiva
  • Localização brasileira de alta qualidade

Cons

  • Pequenos bugs de otimização.