Vida Sustentável

Dicas de alimentação para controlar a diabetes

O país possui 12 milhões de diabéticos. Se você faz parte desse grupo, saiba quais alimentos devem ser evitados.

O dia 26 de junho é o Dia Nacional de Combate à Diabetes. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, o país possui 12 milhões de diabéticos. Um problema grande na nossa sociedade, mas que pode ser controlado, desde que o indivíduo siga o tratamento corretamente. A doença pode se manifestar de duas formas: tipo um e tipo dois. No segundo caso, estima-se que 50% das pessoas que adquirem a doença, possuem histórico familiar de portadores. Mas, há maneiras de reduzir a possibilidade, a principal delas é cuidar da alimentação.

Segundo o site português “Controlar a diabetes, as vantagens de manter uma alimentação equilibrada são refletidas na balança, na normalização de açúcar no sangue, no controle da tensão arterial e níveis de colesterol, além da redução do risco de complicações associadas à diabetes, como doença cardíaca e enfarte.

Veja abaixo alguns alimentos que devem ser evitados:

Frituras, bebidas alcoólicas, chocolate, doces, mel, melado, rapadura, tortas, massas, refrigerantes, sorvetes cremosos, carnes gordurosas, pele de aves, embutidos (salsicha, linguiça, salame, mortadela), industrializados (sopas em pacote, atum e sardinha enlatados, caldo de carne concentrado), condimentos (molho inglês, shoyu, catchup).

É necessário se atentar também ao consumo de certos tipos de frutas e combinações. Abacate, caqui, uva, figo, manga e jaca são exemplos que devem ser evitados. Dois alimentos com carboidratos, por exemplo, legumes com arroz, se ingeridos juntos aumentam a glicemia.

As dicas acima foram listadas, à reportagem do R7, pela gastroenterologista Marilia Gaboardi, responsável pela Área Comunidade da Sociedade de Gastroenterologia de São Paulo, e pela nutricionista Fernanda Scheer, especialista em Nutrição Funcional e Desintoxicação.

É preciso também ressaltar que cada portador deve ter um plano alimentar individualizado, que atende às suas necessidades, levando em consideração o peso, sexo e idade.

Algumas dietas podem ser úteis para quem busca escolher os alimentos corretamente com o intuito de evitar doenças e ter uma vida mais saudável. É o caso da Roda de Alimentos, criada para a Campanha “Saber comer é saber viver”. Trata-se de uma representação gráfica da quantidade de alimentos necessários diariamente pelo organismo. O círculo é composto por sete grupos de alimentos: cereais e derivados; legumes e verduras; frutas; laticínios; carnes, pescados e ovos; leguminosas; gorduras e óleos.

A imagem abaixo mostra as porções recomendadas pela Roda de Alimentos:

Redação CicloVivo