Tecnologia

Como converter um arquivo OST do Outlook em PST

Escrito por Paulo Carmino

Saiba como converter um arquivo OST do Outlook para um arquivo PST usando o Offline OST to PST file converter

Utilizar um e-mail offline não é algo tão impossível quanto parece. O Outlook possui dois formatos de arquivo de e-mail, chamados OST e PST, que são para as informações offline e informações locais.

Na prática, todos os dados armazenados na versão local do Outlook são normalmente armazenados em um arquivo PST. No entanto, assim que uma conexão é estabelecida com o Microsoft Exchange Server, os dados do Outlook passam a ser armazenados em um arquivo OST.

O arquivo OST usado pelo Microsoft Exchange Server, Office 365, Outlook.com, Google e G Suite é um chamado “repositório offline” que armazena elementos do Outlook em um cache temporário. No entanto, se você não pode criar um arquivo PST de um arquivo OST ao exportar os dados da maneira convencional, provavelmente enfrentará o problema de como os dados do Outlook podem ser recuperados de um OST se não houver acesso ao servidor Exchange, Office 365 ou semelhante.

Fazer esse tipo de conversão de arquivos não é uma tarefa fácil, até porque podem ocorrer problemas devido ao Controlador de Domínio do Windows, que deixam os dados do arquivo OST ficaram inacessíveis.

Uma ferramenta bastante conveniente que promete realizar esse tipo de conversão de forma fácil é o Offline OST to PST file converter, desenvolvido pela File Master Company. Por isso, abaixo, você confere um tutorial de como converter arquivos OST em PST com de forma simples com este programa:

Converter um arquivo OST para PST

O programa está disponível em uma versão de teste gratuita, porém possui um sistema de licenças, que pode ser acessado pelo site do Offline OST to PST file converter. Após baixar e concluir a instalação ferramenta de conversão OST para PST, você pode executar imediatamente o programa.

A versão de teste do Offline OST to PST file converter possui apenas a função de conversão de OST para PST, mas a versão paga inclui ainda mais recursos – que estão sendo abordados neste texto -, por apenas a partir de US$ 50,00.

Após instalado, segue abaixo os passos para poder fazer a conversão de arquivos diretamente no programa, para os arquivos do Outlook.

Selecione o arquivo OST para fazer a conversão

Na próxima etapa, é possível selecionar o modo desejado dentre os dois abaixo:

– Modo de recuperação (Recovery Mode);

– Modo de conversão (Converter Mode).

Selecione o segundo modo e clique no botão “Avançar” (“Next”, caso a versão esteja em inglês).

Selecione um arquivo para continuar
Selecione um arquivo para continuar

O processo de leitura dos dados do arquivo original leva cerca de 1 minuto para cada gigabyte do arquivo original, levando em conta o processamento de um computador convencional de desempenho médio.

Ao ler o arquivo OST original, o programa faz o download de todas as pastas e objetos do arquivo e os exibe na terceira página:

Após o download, esta com os dados deve aparecer
Após o download, esta com os dados deve aparecer

A principal vantagem do Offline OST to PST file converter comparado a outros utilitários é a capacidade de selecionar quais pastas, e-mails, contatos e outros objetos do arquivo OST serão exportados para o arquivo PST. Basta verificar as pastas correspondentes no painel esquerdo e/ou os e-mails correspondentes na lista à direita.

Em seguida, o programa permite que seja selecionada a pasta onde o novo arquivo PST será criado com os dados do arquivo OST:

selecione a pasta onde o novo arquivo PST será criado com os dados do arquivo OST
Selecione a pasta onde o novo arquivo PST será criado com os dados do arquivo OST

Por fim, selecione para salvar em um arquivo PST, porém o programa permite que outros arquivos seja salvos com extensões do tipo MSG, EML, VCF e TXT. Isso permite ainda mais a expansão da variedade de aplicativos do Offline OST to PST file converter. Outro ponto positivo é que estes arquivos são formatos muito utilizados em e-mail, e não apenas para o Outlook.

Selecione o tipo de salvamento
Selecione o tipo de salvamento

Finalmente, basta clicar em “Salvar” (“Save”), e o processo de armazenamento direto em um arquivo PST é iniciado. A velocidade de armazenamento dados é impressionante: 2 minutos por GB.

Conclua o salvamento
Conclua o salvamento

Depois disso, basta abrir o novo arquivo PST no Microsoft Outlook. A última ação é aguardar 1-2 minutos para que o Outlook possa indexar os dados. Isso só irá acontecer se a Pesquisa do Windows estiver configurada para indexar os dados das Pastas de Repositório Pessoal.

Ainda existe uma outra alternativa para caso o tamanho do arquivo não for tão grande. É possível fazer a conversão do arquivo OST para o PST de forma online, indo diretamente no site do serviço.

O serviço ainda está disponível online para converter arquivos OST
O serviço ainda está disponível online

A conveniência e simplicidade de trabalhar com o Offline OST to PST file converter é ideal, pois a velocidade da conversão de dados é impressionante. O usuário moderno armazena uma massa de informações em arquivos OST e, como resultado, os arquivos têm dezenas de gigabytes de tamanho. Mas assim mesmo eles serão rapidamente convertidos em arquivos de dados do Outlook.

O que achou do nosso guia de conversão de arquivos OST para PST com o Offline OST to PST file converter? Deixe nos comentários se você utiliza muito e-mails, especialmente Outlook e precisa ficar fazendo essas conversões.

Sobre o Autor

Paulo Carmino