Geek

Capcom diz que quer reviver suas franquias “adormecidas”

Escrito por Paulo Carmino

A Capcom está interessada em reviver suas franquias “adormecidas” por meio de remakes após experiências bem sucedidas este ano com Devil May Cry 5 e o remake de Resident Evil 2.

Um relatório da empresa destinado a investidores revela que Devil May Cry 5 e o remake de Resident Evil 2 venderam 2,1 milhões de unidades e 4,2 milhões de unidades, respectivamente. As vendas líquidas da produtora aumentaram ano a ano desde 2015, com um aumento acentuado de 5,8% de 2018 a 2019, quando foram arrecadados mais de 100 bilhões de ienes (US$ 921 milhões).

Tão logo o remake de Resident Evil 2 foi lançado os fãs e a mídia começaram a especular sobre a produção de outro remake, de Resident Evil 3, porém a Capcom acabou anunciando um jogo diferente na série, Project Resistance, que será uma experiência de sobrevivência multiplayer assimétrica.

No relatório divulgado agora, a Capcom diz: “Nossas iniciativas são (1) fortalecer as vendas digitais, (2) reforçar nossa linha de títulos por meio da execução em larga escala de nossos mapas de 60 meses e 52 semanas e (3) despertar propriedades intelectuais adormecidas”.

O último item soa interessante, especialmente quando se considera a extensão das franquias adormecidas na Capcom, como Dino Crisis, Onimusha e Okami, só para citar as não tão antigas.

Sobre o Autor

Paulo Carmino