PET

Cão vive há quase sete anos em abrigo esperando para ser adotado

A cadela Rayne foi encontrada no telhado de sua casinha de cachorro em um quintal inundado enquanto um forte temporal caía no sul da Califórnia. Não se sabe ao certo quanto tempo ela ficou em cima da casinha.

Segundo o vizinho que pediu ajuda para salvar o cão, na data em que a ajuda chegou, o tutor do animal estava internado no hospital há três semanas.

Rayne foi encontrada há sete anos em cima do telhado de sua casinha de cachorro, em um quintal inundado, durante uma forte chuva. (Foto: Reprodução / The Barking Lot)

A cadela tinha sido acorrentada e estava presa a sua casinha quando o quintal começou a inundar. Para não se afogar, ela subiu no telhado e ficou lá até ser salva pelo grupo de resgate da The Barking Lot.

Na época em que foi resgatada, Rayne tinha 3 anos de idade. Como seu tutor ainda estava no hospital, ele concordou em entregar o cão para a instituição que a salvou.

Apesar de ser um bom cão, Rayne continua esperando para ser adotada. (Foto: Reprodução / The Barking Lot)

Rayne continua esperando para ser adotada e recebe ajuda dos voluntários do abrigo. (Foto: Reprodução / The Barking Lot)

Porém, o final feliz para a cadela estava longe de chegar. Hoje, com 10 anos de idade, ela segue sob os cuidados da The Barking Lot já há quase sete anos, esperando por uma família que queira adotá-la e cuidar dela para sempre.

Rayne é uma cadela muito grande e do tipo Pit Bull, o que acaba dificultando sua adoção por conta dos preconceitos que existem em relação a cães desta raça. Para completar, ela também tem uma pequena desfiguração no focinho de um machucado que sofreu.

Apesar de não socializar tão bem com outros animais, Rayne se dá muito bem com humanos. (Foto: Reprodução / The Barking Lot)

Apesar de não socializar tão bem com outros animais, Rayne se dá muito bem com humanos. (Foto: Reprodução / The Barking Lot)

Vários voluntários já levaram Rayne para casa para passar o final de semana, porém, ela tem a dificuldade de não socializar tão bem com outros cães, apesar de já ter recebido ajuda de adestrador. Esse é o maior fator para que ela ainda não tenha sido adotada por algum dos voluntários, visto que todos eles já possuem outros cães.

Os voluntários que ajudam Rayne seguem esperançosos de que a cadela ainda terá o seu final feliz. (Foto: Reprodução / The Barking Lot)

Os voluntários que ajudam Rayne seguem esperançosos de que a cadela ainda terá o seu final feliz. (Foto: Reprodução / The Barking Lot)

Porém, apesar de tudo o que já viveu, Rayne continua sendo um bom cão e, como coisas boas sempre chegam para aqueles que são bons, os voluntários, que continuam fazendo de tudo para ajudá-la, acreditam que um dia a cadela ainda terá o seu final feliz.


Notícias sobre Pets