PET

Cão que perdeu o nariz em ataque covarde comove país e se recupera bem

Os animais que vivem nas ruas acabam passando por situações muito difíceis, como fome, maus tratos e violência. Porém, alguns ainda sofrem bem mais do outros, como é o caso do cão Duke.

Duke, um cão de cerca de dois anos de idade sem raça definida, foi encontrado na área de Tres Rios, na Costa Rica, com uma parte de sua boca pendurada. Literalmente presa por um fio. Segundo a Asociación Vida Animal Costa Rica, que divulgou a história do animal no Facebook, o cão havia sido brutalmente ferido com um facão.

Cão foi ferido com um facão e encontrado com o focinho pendurado. (Foto: Reprodução / Asociación Vida Animal Costa Rica)

Para salvar a vida do animal, os médicos tiveram que cortar o tecido que ligava a parte que estava pendurada, o maxilar superior, ao resto de sua boca. Com isso, boa parte do nariz e dos dentes do animal foram removidos.

Pouco se sabe sobre o ataque sofrido pelo animal, muito menos qual o motivo para tamanha violência. Porém, infelizmente, casos de maus-tratos contra animais de rua, como Duke, já são bem conhecidos na Costa Rica. Em relação ao agressor, uma pessoa foi identificada, mas, provavelmente, ele não irá responder por nada, por falta de provas.

Duke se recupera muito bem da grave cirurgia pela qual passou. (Foto: Reprodução / Asociación Vida Animal Costa Rica)

Duke se recupera muito bem da grave cirurgia pela qual passou. (Foto: Reprodução / Asociación Vida Animal Costa Rica)

Porém, o sofrimento de Duke não foi em vão. O caso, que causou indignação em todo o país, atingiu os mais altos escalões do governo e chegou até o presidente da Costa Rica, Luis Guillermo Solís, que emitiu uma declaração mostrando seu apoio a uma nova lei em relação a maus-tratos contra animais, que atualmente é considerado um delito pequeno no país.

Um novo projeto de lei prevê mais proteção para os animais domésticos e de rua e quer fazer a tortura de animais ilegal no país. Além disso, no lugar de apenas multas, as pessoas que prejudicassem os animais teriam de enfrentar penas de prisão de até dois anos. O que ainda não se sabe é se e quando esse projeto vai de fato se tornar uma lei.

Hoje Duke está muito feliz no novo lar adotivo e ainda ama humanos. (Foto: Reprodução / Asociación Vida Animal Costa Rica)

Hoje Duke está muito feliz no novo lar adotivo e ainda ama humanos. (Foto: Reprodução / Asociación Vida Animal Costa Rica)

Enquanto isso, Duke segue se recuperando bem da séria cirurgia pela qual teve que passar e se prepara para mais uma cirurgia, que deve ser realizada no próximo mês. Milhares de pessoas de todo o mundo estão expressando seu apoio a ele postando fotos de seus animais de estimação com a hashtag #FuerzaDuke.

De acordo com um porta-voz da Asociación Vida Animal Costa Rica, Duke está muito feliz em um lar adotivo, onde está desfrutando cada segundo da sua nova vida. “Duke ama o fato de que ele tem seres humanos ao seu redor que o amam e se preocupam com ele. Ele definitivamente é um campeão”, disse o informante.


Notícias sobre Pets