Geek

Call of Duty de 2020 pode ser “reboot” de Black Ops

Escrito por Paulo Carmino

Uma notória fonte de rumores sobre a série Call of Duty afirmou que a Activision planeja mais um “reboot” para o jogo de 2020, desta vez de Black Ops.

O canal The Gaming Revolution no YouTube diz que o jogo deste ano está em desenvolvimento na Treyarch, criadora do Black Ops original, com apoio da Sledgehammer Games e da Raven Software.

O projeto teria o codinome Project Zeus e provavelmente o jogo final se chamará simplesmente Call of Duty: Black Ops, seguindo a ideia do “reboot” de Modern Warfare lançado no ano passado. Black Ops é a segunda sub-série mais popular de Call of Duty, depois de Modern Warfare.

Ainda segundo o canal, os personagens Alex Mason e o sargento Frank Woods retornarão na campanha, mas serão interpretados por novos atores. O jogo deve contar uma nova história com alguns tópicos semelhantes aos títulos anteriores de Black Ops.

A campanha principal se concentraria nos eventos reais da Guerra Fria e da Guerra do Vietnã e exploraria muito mais este último do que o Black Ops original. A campanha pode incluir uma recontagem da história do Vietnã sob várias perspectivas, incluindo os EUA, o Vietnã do Sul e o Viet Cong.

O canal acrescenta que a reinicialização de Black Ops seria um jogo altamente realista e mais violento que Modern Warfare, com muitas cenas chocantes.

Os rumores também mencionam modos multiplayer para muitos jogadores, como um 32 vs 32. Os Killstreaks incluem UAV, contador UAV, um baseado em cães, um lança-chamas e um avião bombardeiro. Os operadores voltariam ao multiplayer, bem como o tradicional modo de zumbis.

A Activision já confirmou que pretende continuar com as iterações anuais de Call of Duty independentemente do sucesso obtido por Warzone. O jogo de 2020 será lançado no último trimestre, como sempre.

Sobre o Autor

Paulo Carmino