Meio Ambiente

Austrália libera exploração de carvão próximo à Grande Barreira de Coral

A decisão foi anunciada após grande impasse entre as autoridades federais e estaduais. A empresa responsável pelo projeto é a indiana GVK.

O governo australiano liberou a exploração de carvão em uma área próxima à Grande Barreira de Coral, no estado de Queensland. A decisão foi anunciada após grande impasse entre as autoridades federais e estaduais. A empresa responsável pelo projeto é a indiana GVK.

O projeto da grande mina de carvão levou três meses para ser aceito pelo ministro do Meio Ambiente, Tony Burke, que criticou a postura do governo local em querer agilizar os trâmites para a aceitação da proposta. O auge da discussão aconteceu quando o ministro categorizou a avaliação ambiental do estado como “caótica”.

Mesmo após muitas críticas, Burke deu sinal verde para que o grupo indiano investisse mais de US$ 10 bilhões do projeto Alpha de exploração mineral. Entre as determinações feitas à mineradora estão o gerenciamento das zonas úmidas e o cuidado com a enxurrada e pó de carvão que pode atingir a Grande Barreira de Corais.

Conforme informado pela imprensa australiana, a GVK se mostrou bastante satisfeita com a aprovação e considerou o processo de avaliação importante para definir melhores práticas em relação à proteção ambiental. No entanto, a decisão não é unânime.

Diversos grupos ambientalistas e até autoridades locais protestaram contra a exploração de carvão. A senadora de Queensland, Larissa Waters, disse que “os impactos ambientais desta mega-mina e do aumento do transporte marítimo na Grande Barreira de Corais serão devastadores”.

O Greenpeace disse que a decisão foi infeliz e que agora cabe à comunidade lutar pela proteção ambiental da área que é considerada um patrimônio mundial. Com informações do The Australian.

Redação CicloVivo