Autos

As vendas de carros novos cai 24,4% no acumulado do ano.

Escrito por Fernando Luis

Comparado com julho de 2015, recuo foi de 20,3% no sétimo mês de 2016.
Comparado com julho/2015, recuo foi de 20,3% no sétimo mês de 2016.

A Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) divulgou nesta terça (2) os emplacamentos do mês de julho. De acordo com a organização, foram 174.792 veículos novos vendidos no último mês. Comparado com o resultado do mês de junho, as coisas parecem ter melhorado: o número registrado representa uma alta de 5,03% perante as 166.422 vendas juninas. No entanto, quando se olha para um cenário mais amplo, as vendas continuam caindo. No mês de julho de 2015, foram 219.393 unidades emplacadas. Isto representa uma queda de 20,33% nas vendas.

No acumulado do ano, as coisas não mudam muito: a retração foi de 24, 4% sobre o primeiro semestre de 2015. Enquanto foram vendidas 1.489.210 unidades entre janeiro e julho de 2015, só 1.125.905 foram emplacadas no mesmo período deste ano.

Projeções

Durante a coletiva de imprensa para divulgar os dados, a  falou sobre as projeções para o resto do ano. De acordo com a organização, todos os segmentos somados – que incluem automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus e implementos rodoviários -, a estimativa é que o ano encerre com uma queda nas vendas de 16,14%.

No caso dos segmentos de automóveis e comerciais leves especificamente, a queda de emplacamentos deve ser de 18% neste ano. Para caminhões, espera-se que as vendas sejam 27,2% menores do que o ano passado, enquanto que, para implementos rodoviários, espera-se que a queda seja de 9,99%.

Em suas projeções. a Fenabrave também não espera um cenário positivo para os segmentos de ônibus e motocicletas. A retração nestes casos deve ser de 19% e 12% respectivamente.

 

 Fonte: AutoEsporte

Créditos : Autos24h

Sobre o Autor

Fernando Luis