Vida Sustentável

Palestra com artista Eduardo Srur integra programação da Virada Sustentável

O bate-papo com o artista visual acontece no Museu de Arte Moderna.

A comunidade de planejamento estratégico Hey Sampa elaborou uma programação especial para a Virada Sustentável. Tendo o artista visual paulistano Eduardo Srur como um dos destaques, a ideia é promover a interação dos cidadãos paulistanos com diferentes espaços públicos.

O artista plástico é conhecido pelas intervenções urbanas grandiosas e impactantes, como garrafas PET gigantes no Rio Tietê, manequins e caiaques no Rio Pinheiros e estátuas trajadas com coletes salva-vidas.


Esculturas gigantes na forma de garrafas plásticas no rio Tietê. Foto: Eduardo Srur/Divulgação

Questionar as formas pré-estabelecidas com que vemos as coisas ao nosso redor. Esse é o objetivo da arte de Srur, intervencionista urbano que, em  sua trajetória, já usou e abusou dos espaços públicos da cidade de São Paulo.

As obras do artista caracterizam-se por exposições temporárias que alteram a paisagem da cidade e questionam o sistema social de forma crítica e bem-humorada. É criador de obras como 'Âncora', no Monumento as Bandeiras; 'Touro Bandido', na Cow Parade; 'Caiaques', no rio Pinheiros; e 'Acampamento dos Anjos', no Hospital da Mulher, na cidade de São Paulo, entre outras.


Intervenção urbana com coletes salva-vidas em monumentos de São Paulo. Foto: Eduardo Srur/Divulgação

O artista fará uma palestra dia 30 de agosto, às 15 horas, no auditório do Museu de Arte Moderna (MAM), no Parque Ibirapuera. A participação é gratuita, mas os participantes poderão levar 2 kg de alimentos não perecíveis – que serão doados para entidades atendidas pelo grupo e parceiros. Com 200 lugares disponíveis, o espaço será preenchido por ordem de chegada.


Para questionar os problemas de mobilidade, carruagem foi instalada na ponte Octávio Frias de OliveiraFoto: Eduardo Srur/Divulgação

Abaixo, entrevista do artista concedida ao Hey Sampa:

Confira a programação completa da Virada Sustentável Hey Sampa.