Geek

Apesar de enorme rejeição, Microsoft ainda não desistiu do Xbox no Japão

Escrito por Paulo Carmino

O chefe do Xbox, Phil Spencer, afirmou que a Microsoft continuará tentando conquistar o público japonês com o Xbox Series X, apesar da enorme rejeição que a marca Xbox tem na região.

Segundo Spencer, a posição de mercado da plataforma no Japão “não é aceitável” e ele pretende fazer “um trabalho muito melhor” com o lançamento do Series X por lá.

De acordo com a empresa de pesquisa de mercado IDC, o Xbox One realizou apenas 0,3% de suas vendas globais no Japão, apesar deste ser o terceiro maior mercado do mundo, atrás da América do Norte e toda a Europa. A Microsoft nunca revelou números oficiais de vendas do Xbox One na região, mas a última apuração não-oficial publicada pela revista Famitsu em 2018 pintava uma situação trágica para a marca, com apenas 15.339 unidades vendidas no ano, enquanto o PS4 vendia 1,7 milhão e o Switch 3,5 milhões.

Em entrevista à Gamertag Radio, Spencer disse que continua comprometido com o Japão e quer que o Xbox “signifique mais do que hoje” no país.

“Nosso mercado no Japão para o Xbox é importante para nós”, disse ele. “Obviamente, Sony e Nintendo são empresas japonesas fortes que fizeram um ótimo trabalho. Não sei se ganharemos no Japão tão cedo, mas a posição que temos hoje no Japão com a plataforma não é aceitável para mim”.

“Vamos fazer um trabalho muito melhor com este próximo lançamento, que não terá que esperar dez meses para ser lançado no Japão como fizemos da última vez. Vamos garantir que nossos serviços, como o Game Pass, o xCloud e outras coisas, estejam disponíveis para que as pessoas tenham acesso a ele”.

O executivo reiterou seus comentários feitos no ano passado sobre o desejo de ter um desenvolvedor japonês sob a bandeira do Microsoft Game Studios.

“Acho que o que você está perguntando é: poderíamos ter mais conteúdo caseiro desenvolvido originalmente lá, e vou apenas dizer que acho que podemos”, disse ele. “Não estou anunciando nada, mas acho que o mercado japonês é especificamente importante por causa da comunidade criativa de lá e por causa da comunidade de jogadores de lá”.

Spencer ressaltou também que tem boas relações com produtoras japonesas e várias seguem apoiando o Xbox com lançamentos multiplataforma, como Elden Ring da From Software e Phantasy Star Online 2 da Sega.

“Quando estou lá, o feedback número um que recebo dos chefes de estúdio é ‘as pessoas em nosso estúdio adoram trabalhar com vocês, apenas desejam ver mais Xboxes nas lojas por aqui’”, disse ele.

O Xbox Series X será lançado no final de 2020.

Sobre o Autor

Paulo Carmino