Meio Ambiente

3ª mostra ecofalante de cinema ambiental acontece em março

Edição 2014 traz mais de 60 filmes e premiará pela primeira vez as melhores produções latino americanas.

De 20 a 27 de março de 2014, os paulistanos poderão conferir longas, médias e curtas metragens da área ambiental. Na abertura será exibido o filme “Blackfish – Fúria Animal” no Reserva Cultural às 21h, que, posteriormente, será lançado em DVD e Blu Ray no Brasil pela Paramount.

A Mostra traz a oportunidade de assistir na telona o polêmico filme que conta a história de Tilikum, a principal baleia orca do parque temático SeaWorld, em Orlando, nos EUA, responsável pela morte de três pessoas.

“A Mostra entra em sua terceira edição se consolidando em São Paulo como espaço para conferir produções de várias partes do mundo que marcam presença inclusive em grandes festivais de cinema. Estes filmes, inéditos em sua maioria no Brasil, não entram em circuito depois, salvo algumas exceções. É uma oportunidade única de assistir a estas produções. É também um espaço para promover o debate e a reflexão sobre questões do nosso dia a dia”, diz Chico Guariba, diretor da 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental.

Como nas edições anteriores, além da mostra contemporânea, que traz o que de mais novo e melhor vem sendo produzido, haverá um panorama histórico e uma homenagem.

Os filmes da 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental serão exibidos em sete salas do circuito de cinema da cidade: Reserva Cultural, Cine Livraria Cultura, Museu da Imagem e do Som (MIS), Cine Olido, Centro Cultural São Paulo, Cinusp Maria Antônia e Matilha Cultural. Além das exibições dos filmes, também serão promovidos debates com vários realizadores de diferentes nacionalidades. Toda a programação é gratuita (exceto no Centro Cultural São Paulo, que cobra uma taxa de manutenção de R$ 1,00).

Este ano a Mostra traz ainda duas novidades – a premiação do melhor filme latino americano e um circuito universitário, que levará filmes e debates a diferentes instituições de ensino.

Serão premiados os melhores filmes escolhidos por um júri formado por três especialistas do setor audiovisual e ambiental e também por voto popular. As cédulas de votação estarão disponíveis nos locais das sessões, durante o período de realização da Mostra.

Diretores presentes na Mostra – Programação

Durante todos os dias da 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental estarão presentes realizadores de vários filmes e nacionalidades, que participarão de debates e outras atividades.

Confira os nomes e datas:

21/03 (sexta feira)

– Debate com o diretor de “Febre do Ouro”, Andrew Sherburne, no Cine Livraria Cultura às 20h30 (Mostra Contemporânea – Economia)

22/03 (sábado)

– Debate com o diretor de “Metamorphosen”, Sebastian Mez, no Cine Livraria Cultura às 19h (Mostra Contemporânea – Energia)

23/03 (domingo)

– Debate com a diretora de “Lamento dos Camponeses”, Julie Schorell, no Cine Livraria Cultura às 19h (Mostra Contemporânea – Campo)

24/03 (segunda feira)

– Debate com o diretor de “Vila do Fim do Mundo”, David Katznelson, no Cine Livraria Cultura às 20h30 (Mostra Contemporânea – Povos e Lugares)

25/03 (terça feira)

– Debate com diretores da Competição Latino Americana: Daniel Augusto e Eduardo Rajabally (“Amazônia Desconhecida”), Ulises de la Orden (“Deserto Verde”), Michelle Ibaven (“Não há Lugar Distante”), Héctor Ferreiro (“Pacha”), Tiziana Panizza (“74 Metros Quadrados”). Cine Livraria Cultura às 20h30.

– Homenagem e Debate com Washington Novaes, no Museu da Imagem e do Som (MIS) às 21h.

26/03 (quarta feira)

– Debate com o diretor do filme “A Escala Humana”, Andreas M Dalsgaard no Cine Livraria Cultura às 20h30 (Mostra Contemporânea – Cidades)

27/03 (quinta feira)

– Cerimônia de Premiação do Melhor Filme Latino Americano no Cine Livraria Cultura às 20h30.

Confira as sinopses dos filmes e a programação completa aqui