Curiosidades

10 pinturas famosas com segredos intrigantes

Muitas pinturas famosas possuem segredos intrigantes.

Elas contam histórias, possuem imagens escondidas e até mesmo apresentam duplo sentido. Você já notou algo estranho em alguma?

A seguir, poderá conferir uma seleção de 10 pinturas famosas com segredos. Quer ver só?

Confira:

1. A obra que você vê aqui foi criada em 1925 e Ana Maria, irmã de Salvador Dali, foi a inspiração. Algum tempo depois, o relacionamento com ela ficou ruim e o pintor revelou que às vezes cuspia no retrato. Em 1949, Ana Maria escreveu o livro “Salvador Dali, visto através dos olhos de sua irmã”, e isso deixou Dali irritado. Em 1954, ele pintou outro quadro, muito parecido com o da imagem à esquerda. Dizem que foi uma vingança por causa do livro.

Muitas pinturas famosas são extremamente diferentes. Seleção reúne 10 pinturas famosas com segredos intrigantes.

2. Duas caras Danaë: na primeira versão do quadro, a musa de Rembrandt, Danaë, tinha o rosto de sua esposa, Saskia. No entanto, a mulher do artista faleceu em 1642, ele então trocou o rosto de Danaë para o rosto de Geertje Dircx, sua amante.

Foto: Brightside

Foto: Brightside

3. Especialistas afirmam que Van Gogh estava tomando um remédio para epilepsia e que o medicamento dificultava sua percepção das cores. Por isso, o ambiente do quadro tem uma tonalidade peculiar.

Foto: Brightside

Foto: Brightside

4. Joseph E. Borkowski, especialista em arte e dentista, afirmou que Mona Lisa não tinha muitos dentes e que a expressão dela era comum à pessoas que perderam os dentes da frente.

Foto: Brightside

Foto: Brightside

5. “Major’s Betrothal”: quando o quadro foi apresentado, o público riu. Isso por que Pavel Fedotov, o autor da obra, adicionou a ele elementos engraçados e irônicos da época.

Foto: Brightside

Foto: Brightside

6. “A Liberdade Guiando o Povo”: especialistas afirmam que o autor, Delacroix, se inspirou em uma lavadeira revolucionária chamada Anna Charlotte, que se dirigiu para as barricadas após a morte de seu irmão e matou nove guardas. O artista a pintou com um seio à mostra e explicou que se trata de um símbolo de coragem e dedicação, bem como o triunfo da democracia.

Foto: Brightside

Foto: Brightside

7. “Quadrado Preto”: na realidade não é quadrado e nem preto. Aliás, a cor preta é uma mistura de muitas cores, e não uma tinta preta. Especialistas notaram que ele foi pintado desta forma devido ao desejo de criar uma forma dinâmica, móvel.

Foto: Brightside

Foto: Brightside

8. “Old Fisherman”: apesar de a pintura parecer normal, há algo muito diferente. Se colocarmos um espelho no meio da pintura será possível perceber um sinal de que cada pessoa tem Deus e o diabo. O diabo do lado esquerdo e Deus do

Foto: Brightside

Foto: Brightside

lado direito.

Foto: Brightside

Foto: Brightside

9. “Retrato de Adele Bloch-Bauer I”: Klimt pintou a esposa do magnata do açúcar austríaco Ferdinand Bloch Bauer em seu quadro mais famoso. Houve, na época, um boato sobre o caso de amor do artista e sua musa. O marido então queria se vingar dos amantes e ordenou que o pintor criasse centenas de esboços de Adele, na expectativa de que o artista se cansaria da mulher. E tudo acabou conforme o plano do marido.

Foto: Brightside

Foto: Brightside

10. A pintura mais famosa de Paul Gauguin precisa ser observada da direita para a esquerda. A imagem mostra a vida espiritual e física de um homem. Se desenvolve desde o nascimento da alma (o bebê no canto inferior direito) para a hora da morte (um pássaro segurando um lagarto no canto inferior esquerdo).

Foto: Brightside

Foto: Brightside

Fonte: Brightside

Gostou? Então compartilhe:





Quer receber mais coisas interessantes? Curta nossa página no Facebook: