fechar
Destaques

10 Motivos para você migrar para o Windows 10 Seu PC com sistema operacional W...leia mais Apesar de ser amplamente divulgado o quanto é perigoso deixarmos bebês e anim...leia mais Nos Estados Unidos, uma cachorra adotada teve a oportunidade de mostrar toda su...leia mais Muitas vezes, quando terminamos um relacionamento, nos sentimos meio perdidos, ...leia mais Tenho quase certeza de que a essa altura você já deva ter ouvido falar de im...leia mais Recentemente foi criado um Portal voltado a divulgação das feirinhas de artes...leia mais O portal de tecnologia TechRadar, conhecido também por fazer algumas lis...leia mais Galera, eu mal acreditei quando vi isso! A loja TERABYTESHOP conhecida no Brasil...leia mais

Saiba quais são os países mais felizes do mundo


O World Happiness Report 2017, que classifica 155 países por seus níveis de felicidade, foi lançado hoje pelas Nações Unidas em um evento celebrando o Dia Internacional da Felicidade, comemorado em 20 de março. O relatório é o quinto a ser publicado desde 2012 e continua a ganhar reconhecimento global à medida que governos, organizações e sociedade civil usam cada vez mais indicadores de felicidade para tomar decisões.

Em apoio à felicidade, em 2015 a ONU lançou 17 Metas de Desenvolvimento Sustentável que buscam acabar com a pobreza, reduzir a desigualdade e proteger o planeta – três aspectos-chave que levam ao bem-estar e como consequência, à felicidade.

Embora a felicidade possa ser subjetiva, há definitivamente uma ciência por trás dela. Para medi-la o relatório baseia-se em seis fatores: PIB per capita; Anos saudáveis de expectativa de vida; Apoio social (medido por ter alguém com quem contar em momentos de dificuldade); Confiança (medida por uma percepção de ausência de corrupção no governo e nos negócios); Percepção de liberdade para tomar decisões de vida; E generosidade (medida por doações recentes). Os dados foram coletados a partir de levantamentos de pessoas – e como eles avaliam suas vidas em uma escala de 0 a 10 – em 156 países.

Os top 10 deste ano são os mesmos que no relatório do ano passado, mas houveram algumas mudanças de posição. O número um do ano passado, a Dinamarca, ficou em segundo lugar, enquanto a Noruega saltou para cima, para a primeira posição, embora a diferença entre os adversários escandinavos sejam minúsculas. O Brasil se encontra em 22o lugar, com 6.635 pontos.

  1. Noruega (7.537)
  2. Dinamarca (7.522)
  3. Islândia (7.504)
  4. Suíça (7,494)
  5. Finlândia (7.469)
  6. Países Baixos (7.377)
  7. Canadá (7.316)
  8. Nova Zelândia (7.314)
  9. Austrália (7.284)
  10. Suécia (7,284)
  11. Israel (7.213)
  12. Costa Rica (7.079)
  13. Áustria (7.006)
  14. Estados Unidos (6.993)
  15. Irlanda (6.977)
  16. Alemanha (6.951)
  17. Bélgica (6.891)
  18. Luxemburgo (6.863)
  19. Reino Unido (6.714)
  20. Chile (6.652)
  21. Emirados Árabes (6.648)
  22. Brasil (6.635)

É interessante observar que o PIB per capita é muito importante para a felicidade, porém, não é tudo. Por exemplo, embora os Estados Unidos tenham um nível de desenvolvimento econômico mais elevado que os cinco países nórdicos no topo da lista (Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia), ainda sim eles obtiveram menores índices. Isso tem a ver com questões como liberdade pessoal, suporte social e índices de corrupção.

E, infelizmente, há um fundo triste para a lista:

  1. Ruanda (3.471)
  2. Síria (3.462)
  3. Tanzânia (3.349)
  4. Burundi (2.905)
  5. República Centro-Africana (2.693)

O relatório é produzido pela Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável (SDSN).

Clique aqui para ver o relatório completo.

(49)

Tags:, , , , , , ,

Histórico Página
Open