Cidadania

Saiba como ‘adotar’ uma praça na cidade de São Paulo

Escrito por Ana Dalila

[ad_1]

A partir de agora, o programa “Adote uma Praça”, que permite a conservação de áreas verdes da cidade por meio de pessoas físicas ou empresas, foi aprimorado. A medida visa dar mais agilidade ao processo de solicitação e garantir que mais espaços possam ser atendidos. O objetivo é que cinco mil áreas verdes, de todas as regiões da cidade, sejam conservadas por parceiros. Atualmente, 400 praças participam do programa.

Durante o anúncio, o prefeito João Doria convidou a população para participar do programa. “Para você que gosta da sua cidade, que tem uma praça na frente da sua empresa, em frente à sua casa, à sua instituição, junte os seus amigos, sua família ou pela sua empresa e adote uma praça. Com isso, São Paulo será uma cidade mais verde, mais bonita e mais preservada para os nossos filhos”, disse o prefeito.

O programa permite que empresas, entidades e cidadãos possam cuidar da conservação de áreas públicas do município com serviços de manutenção e execução de melhorias urbanas, ambientais e paisagísticas.

Com a nova regra, basta o interessado apresentar na Prefeitura Regional responsável pela área pretendida nome, RG ou CNPJ e endereço da residência ou empresa. A solicitação deverá ser analisada em um prazo máximo de cinco dias úteis.

Assim que o Termo de Cooperação for emitido, o responsável assumirá o compromisso de cuidar do espaço durante um ano. Em troca, terá direito, se desejar, a uma pequena placa no local com nome da empresa, instituição, nome pessoal ou da família, de acordo com a Lei Cidade Limpa.

A retomada do programa “Adote Uma Praça” foi anunciada na Praça Adolpho Bloch, zona sul da cidade. O local, que estava cercado com grades, agora foi reaberto para toda a população. O local foi adotado pela empresa Farah Service, que será a responsável pela recuperação dos brinquedos, jardins, do salão de arte e de dois banheiros, que serão reformados e conservados. A iluminação da praça também será substituída por lâmpadas de LED, sem custos para o município.

Da Prefeitura de São Paulo

(16)

[ad_2]

Sobre o Autor

Ana Dalila