Tecnologia

Mouse Logitech Mx Anywhere 2 >

Escrito por Paulo Carmino

mx anywhere 2

Conheça agora o mouse Logitech MX Anywhere 2, confira as impressões e os resultados da nossa análise.

Design:

O mouse MX Anywhere 2 possui curvas elegantes e um acabamento preto fosco, com um dourado escuro em sua volta. Um detalhe cromado na roda de rolagem adiciona um destaque brilhante, enquanto os lados são texturizados trazendo um apelo visual e funcional, em um deles estão localizados 2 botões. Na parte inferior do MX Anywhere 2 encontramos quatro “pés” que fazem o mouse praticamente deslizar sobre qualquer superfície plana, os controles de energia, bluetooth e troca de dispositivos. Uma porta micro USB para carregamento está localizada na parte frontal.

Conforto e Ergonomia:

A pegada do MX Anywhere 2 é bastante confortável, seu peso (apenas 106 g) não força o pulso, o deslizar com bastante facilidade, além do seu tamanho e formato aerodinâmico com a traseira curvada para baixo, cria um encaixe perfeito para a palma da mão e mantém o pulso levantado apenas o suficiente para cobrir o mouse com os dedos. Essas características garantem a utilização do mouse por várias horas seguidas sem nenhuma fadiga.

Aqui apenas um adendo, o tamanho do mouse pode incomodar quem tiver a mão grande. Para mim, o tamanho combinou com a minha, mas poderá ser um problema para mãos maiores.

Performance e Conectividade:

A precisão e velocidade do mouse são sensacionais. O MX Anywhere 2 possui a tecnologia laser Darkfield com 1000 dpi, podendo chegar até 1600 dpi. Com isso, ele é capaz de responder aos movimentos de forma precisa até em superfícies de vidro. Realizei testes sobre superfícies de madeira, vidro, couro e plástico, a resposta em todas elas foi absolutamente perfeita.

Apesar de não ser um mouse voltado para gamers, testei ele em algumas partidas saudosas do Counter Striker e preciso dizer que não deve em nada para outros mouses voltados ao segmento, deixando claro que não é o foco do gadget.

A roda de rolagem possui 2 opções, uma hiperveloz onde é possível percorrer documentos longos com rapidez e parar com precisão aonde se deseja, a outra, pressionando-a ativa o modo clique-a-clique, onde conseguimos navegar com exatidão em documentos que assim exigem.

O MX Anywhere 2 pode ser conectado via bluetooth ou utilizando o receptor Pico Unifying Logitech (o receptor também pode ser utilizado para conectar teclados Logitech) que o acompanha, basta conectá-lo a uma porta usb. O processo é muito simples e de forma instantânea o mouse já estará funcionando.

Ele dá suporte a conexão com até 3 dispositivos bluetooth ao mesmo tempo. Na parte de baixo do mouse encontramos o botão para realizar a troca de dispositivos (como já mencionado anteriormente), achei essa funcionalidade uma mão na roda, pois pude utilizar ele ao mesmo tempo no meu notebook e tablet, com apenas o apertar de um botão.

Bateria:

mx anywhere 2

O MX Anywhere 2 conta com uma bateria recarregável de 500 mAh, que de acordo com a Logitech é suficiente para uma utilização média de 6 horas diárias por 2 meses.

Para usuários exigentes acredito que uma carga mensal seja necessária, o que não deve ser problema, pois para carregá-lo basta conectar o cabo que acompanha o mouse a porta usb do seu computador e ele pode ser utilizado enquanto carrega. Além disso a fabricante informa que o seu carregamento rápido, proporciona uma carga para o dia inteiro com apenas 4 minutos. Uma carga completa dura em torno de 1,5 a 2hs.

Quando a bateria está com pouca energia, uma luz indicadora irá alertar que é chegada a hora de recarregá-la.

Software Logitech Options:

mx anywhere 2

Após conectar e começar a utilizar o mouse por alguns minutos (testei apenas no Windows 10), você receberá uma caixa de diálogo informando para baixar o Logitech Options. O software não é obrigatório para utilização do mouse, porém através dele você irá configurar a velocidade e recursos dos botões, eu recomendo a instalação.

Com ele instalado, você pode configurar a velocidade do ponteiro, inverter os botões de clique e da rolagem, além de atribuir funcionalidades para os botões laterais, inclinação da roda, botão de gestos localizado na parte superior e ainda acompanhar o nível da bateria.

Para quem assim como eu está acostumado a usar o clique na roda para abrir páginas em novas abas do navegador, irá estranhar, pois o clique da roda apenas muda para a rolagem veloz ou clique-a-clique. Para resolver isso, configurei o botão de gestos para abrir os links em novas abas. O mais legal é que você pode fazer essas configurações de forma geral, ou apenas para aplicativos específicos, ou seja, o botão de gestos pode ter uma função no seu navegador e outra no leitor de pdf, por exemplo. Gostei demais dessa possibilidade,  pois no Chrome configurei o botão para abrir links em novas abas e fora dele o botão alterna entre os aplicativos abertos, um ótimo atalho para o famoso Alt+Tab, as possibilidades são muitas.

Ficha Técnica:

Conclusão:

Sem dúvida alguma, o MX Anywhere 2 é um dos melhores mouses que já tive a oportunidade de utilizar. Durante os testes alternava entre ele e um mouse comum e a diferença era gritante, tanto no conforto quanto na precisão.

Apesar do preço ser realmente um pouco salgado, por tudo que ele entrega o investimento vale à pena, dificilmente você vai querer utilizar outro mouse após passar um tempo com ele.

[ad_2]

Sobre o Autor

Paulo Carmino