PET

Cães podem se queimar com o calor? Tire essa dúvida e proteja seu pet

Escrito por Escobar Dog

A pelagem do cão serve para proteger a pele dele contra a ação de agentes externos, mas ela não é totalmente eficaz quando há descuidos por parte do tutor

Em algumas cidades do Brasil a temperatura pode atingir graus elevadíssimos, como no Rio de Janeiro, que já apresentou 50 °C durante o verão. Mas, a sensação térmica elevada não é uma característica apenas desta estação, isto porque o calor tem se feito presente em quase todas as épocas do ano.

Diante desta realidade, as pessoas tentam se proteger contra os raios solares, usando óculos de sol, protetor solar, roupas com mangas compridas, bonés etc.

No entanto, os cuidados parecem ser voltados apenas para os humanos, uma vez que muitos acreditam que os cães são mais resistentes. Este tipo de pensamento é claramente um equívoco. Isto porque, os cães são mais sensíveis e por isso acabam sofrendo muito com a exposição ao sol. Além de ser um incômodo, os raios solares podem causar queimaduras no animal.

Os efeitos dos raios solares em cães

Foto: depositphotos

Muitas pessoas acreditam que os cães estão mais protegidos que os humanos, com relação as altas temperaturas, pelo simples fato deles possuírem uma camada de pelo mais espessa. De fato, a pelagem dos cachorros serve para proteger a pele dos mesmos contra a ação de agentes externos, mas ela não é totalmente eficaz quando há descuidos por parte do tutor.

Ao mesmo tempo que o cão tem uma camada protetora, ele também possui uma pele mais sensível. Portanto, todas as partes que não possuem pelagem e são expostas aos raios solares sofrem consideravelmente. Por exemplo, o focinho do cachorro, as orelhas dos animais que as possuem levantadas, a barriga, virilha e até mesmo os coxins, que são as almofadinhas presentes nas patas dos pets. Todas estas áreas podem sofrer queimaduras momentaneamente e, a longo prazo, podem ser foco de doenças mais sérias como o câncer de pele.

Tipos de queimaduras e suas características

Da mesma forma que ocorre na saúde humana, acontece também no caso dos animais. Eles podem ter queimaduras de primeiro, segundo ou terceiro grau, dependendo da intensidade e do tempo de exposição ao calor. Desta forma, quando a pele fica apenas avermelhada ela está com uma inflamação leve, caracterizada como uma queimadura de primeiro grau.

Já quando surgem bolhas, este é um sinal de que não só a primeira camada da pele foi afetada, mas também regiões mais profundas. No caso de queimaduras de terceiro grau, o calor consegue atingir a musculatura do corpo, deixando a pele com um aspecto amarronzado. Apesar de ser a mais séria, este tipo de queimadura não provoca tanta dor como as demais, uma vez que ela destrói as terminações nervosas da pele. Em todas as situações, a busca por atendimento veterinário se faz necessária.

Como evitar as queimaduras?

  • Evitar caminhadas com o animal no período que compreende de 11h até 17h;
  • Usar protetor solar nas áreas mais expostas dos animais, como focinho e orelhas;
  • Ter cuidado com a exposição em praias ou piscinas.

Fonte Oficial: http://www.clubeparacachorros.com.br/tabombando/caes-podem-se-queimar-com-o-calor/.


Notícias sobre Pets

Sobre o Autor

Escobar Dog