Mobilidade

Após anunciar ônibus a hidrogênio, prefeito de Londres promete mais ciclovias

Escrito por Ana Dalila

Os anúncios recentes do prefeito londrino Sadiq Khan têm demonstrado um compromisso especial do governante com políticas de mobilidade urbana de menor impacto ambiental. Após anunciar a intenção de ter apenas ônibus movidos a hidrogênio rodando pelo centro da cidade, Khan informou que investirá  anualmente154 milhões de libras em estrutura cicloviária durante os próximos cinco anos.

Este é um montante recorde destinado à bicicleta na capital inglesa e está dentro do Plano de Negócios para o Transporte de Londres (TfL). De acordo com a própria prefeitura londrina, o novo investimento é quase o dobro das 79 milhões de libras que eram destinadas anualmente pela antiga gestão às iniciativas que promovem o ciclismo.

A intenção é aumentar a segurança nos deslocamentos feitos por bicicleta e, consequentemente, incentivar mais pessoas a usarem a bike como meio de transporte diário. Em longo prazo, o objetivo é de que Londres chegue a 2025 com uma marca de 1,5 milhão de viagens diárias feitas em bicicletas.

O plano inclui a construção de novas estradas exclusivas para bicicletas ligando os pontos extremos leste e oeste da cidade e super-estradas que interliguem Londres aos subúrbios. Até mesmo uma ponte será construída para facilitar os deslocamentos dos ciclistas entre Rotherhithe e Canary Wharf.

“Eu disse em minha candidatura que eu seria o prefeito com mais incentivos aos ciclismo que Londres já teve. Hoje eu tenho o maior prazer em confirmar que a TfL gastará o dobro em ciclismo nos próximos cinco anos, comparado com o a gestão anterior. Tornar o ciclismo mais seguro e acessível pode proporcionar enormes benefícios para todos nós – melhorar a nossa saúde, deixar o ar menor poluído e combater os congestionamentos”, disse Sadiq Khan, em declaração oficial.

(0)

Sobre o Autor

Ana Dalila